Diário Online
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
DESCONFORTO RESPIRATÓRIO

Incêndio na Imerys: mais de 30 receberam atendimento médico

Acidente liberou fumaça tóxica que alcançou diversos bairros de Barcarena

terça-feira, 07/12/2021, 09:56 - Atualizado em 07/12/2021, 10:54 - Autor: Denilson d'Almeida


Imagem ilustrativa da notícia Incêndio na Imerys: mais de 30 receberam atendimento médico
Incêndio foi provocado por produto químico, que libera fumaça tóxica. | Reprodução

Pelo menos 30 pessoas deram entrada da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Barcarena, após o princípio de incêndio em um dos depósitos da mineradora Imerys, no final da noite deontem (6). Elas apresentavam um quadro de desconforto respiratório por terem inalado a fumaça tóxica provocada pelo acidente. Segundo o Corpo de Bombeiros, o primeiro levantamento feito no local, nas primeiras horas da madrugada desta terça-feira (7) indica que não houve explosões, mas somente a perícia vai confirmar isto.

Ouvida pelo DOL, a advogada Josimere Ferreira, que acompanha o drama das comunidades que vivem entorno da empresa, relata desde o momento da explosão a população tem reclamado de ardência nos olhos, ressecamento na garganta, e o forte cheiro de enxofre que tem causado dificuldade respiratória nos barcarenenses.   

 

| Reprodução
 

Em entrevista exclusiva ao DOL, o Tenente Cel. Portilho, do Corpo de Bombeiros, afirmou que a gravidade da ocorrência foi baixa e que o incêndio foi controlado pela brigada da empresa. “O galpão onde ocorreu o incêndio estava integro, sem sinais de que tivesse acontecido alguma explosão”, descreveu.

Barcarena: Helder e Prefeitura se posicionam sobre incêndio

O oficial reiterou que o acidente foi provocado pelo hidrossulfito de sódio utilizado no tratamento de minérios e branqueamento do caulim. É um produto químico de cor branca e apresenta um odor de enxofre – justamente o cheiro que os moradores de Barcarena relataram ter sentido durante e após o acidente. “Esse hidrossulfito de sódio é hidrofóbico. Em contato com umidade tem uma reação exotérmica (liberação de calor) e acaba incendiando o próprio produto”, explicou Portilho.

O bombeiro disse ainda que as guarnições chegaram à sede da empresa por volta de meia-noite e a situação estava controlada. “Não havia mais nenhum foco de incêndio, mas a gente ainda sentia o odor do produto. A fumaça desse produto é tóxica. O principal sintoma que essa fumaça causa é um desconforto respiratório”, comentou o tenente coronel.

“A gente fez uma apuração na UPA de Barcarena e até a hora que nós saímos da cidade, por volta de 2h, haviam dado entrada sete pessoas apresentando sintomas de desconforto respiratório após a situação ocorrida na empresa”, frisou Portilho. Nenhum dos pacientes eram funcionários da empresa. Todos foram moradores locais.

Após incêndio em depósito da Imerys, população cobra solução

Em nota, a prefeitura de Barcarena confirmou 30 pessoas foram atendidas pela UPA de Barcarena. Elas apresentavam sintomas leves a moderados, de desconforto respiratório. A Secretaria de Meio Ambiente de Barcarena notificou a Imerys a apresentar a Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos (FISPQ), o plano de contingência da empresa e o laudo da qualidade do ar.

A nota informa ainda que a prefeitura aguarda técnicos e coordenadores da Secretaria de Saúde e Meio Ambiente do Estado para auxiliar na apuração do incidente. 

Incêndio foi provocado por produto químico, que libera fumaça tóxica. | Reprodução
/Incêndio foi provocado por produto químico, que libera fumaça tóxica.
Incêndio foi provocado por produto químico, que libera fumaça tóxica. | Reprodução
Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS