Diário Online
Notícias / Notícias Pará
MUDANÇAS NA IGREJA

Padre Ramos deixará a Basílica de Nazaré. Saiba o motivo

O religioso está na paróquia de Nazaré há mais de duas décadas. Deixará o Santuário no próximo mês.

terça-feira, 11/01/2022, 15:39 - Atualizado em 11/01/2022, 15:39 - Autor: Denilson d'Almeida


Padre Ramos deixará a Basílica Santuário de Nazaré após 20 anos.
Padre Ramos deixará a Basílica Santuário de Nazaré após 20 anos. | Reprodução Ascom/Basílica Santuário

Depois de duas décadas, o padre José Maria Ramos das Mercês - ou simplesmente padre Ramos, como é mais conhecido - deixará a Basílica Santuário de Nazaré. Ele fica somente até fevereiro deste ano. Na trajetória dele prevalece uma relação muito forte com o Círio de Nazaré e a realização de vários projetos sociais mantidos pela paróquia.

 

Padre Ramos deixará a Basílica Santuário de Nazaré após 20 anos.
Padre Ramos deixará a Basílica Santuário de Nazaré após 20 anos. | Reprodução Ascom/Basílica Santuário
  

A partir de fevereiro, ele seguirá para São Paulo, onde vai assumir a paróquia de São Rafael, no bairro de Mooca.

Natural de São João de Pirabas, no nordeste paraense, José Ramos ingressou na vida religiosa aos 16 anos de idade. Foi ordenado padre em 1989 pelas mãos de Dom Alberto Ramos. A ordenação, inclusive, ocorreu numa celebração na Basílica Santuário de Nazaré. Foi pároco do templo de 1991 a 1998 e reitor de 2006 a 2014.

A mudança dele para São Paulo também está relacionada com as mudanças estabelecidas pela Congregação dos Clérigos Regulares de São Paulo que unificou as Províncias Norte e Sul e formou a Província Brasil, que terá o sacerdote como ecônomo (uma espécie de administrador, governante).

 

O padre Ramos é natural de São João de Pirabas, nordeste paraense.
O padre Ramos é natural de São João de Pirabas, nordeste paraense. | Reprodução Ascom/ Basílica Santuário de Nazaré
  

No último dia 8, o padre Ramos ganhou uma festa de despedida organizada por alguns grupos da igreja e paroquianos de Nazaré.

Em novembro de 2020, ele fez o percurso do Círio de Nazaré carregando um pulmão de cera. A caminhada foi para agradecer a Nossa Senhora de Nazaré pela recuperação da covid-19 que o acometeu.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS