Diário Online
Notícias / Notícias Pará
FUNCIONALISMO

Reajuste ao magistério vai beneficiar 44 mil servidores

Medida anunciada pelo governador Helder Barbalho vai favorecer 27,5 mil professores ativos, 15,8 mil inativo e 817 pensionistas.

quarta-feira, 09/03/2022, 07:40 - Atualizado em 09/03/2022, 09:56 - Autor: Carol Menezes/ Diário do Pará

Google News

Projeto deve ser analisado semana que vem pela CCJ da Alepa, para então ser votado no plenário.
Projeto deve ser analisado semana que vem pela CCJ da Alepa, para então ser votado no plenário. | Marcelo Seabra / agência Pará.

Além do aumento de 10,5% para os servidores estaduais, anunciado dia 7 pelo governador Helder Barbalho (MDB), será concedido ainda o reajuste ao magistério no que se refere ao piso nacional de 33,24%. A medida atinge 27.574 professores ativos, 15.877 inativos e 817 pensionistas. O projeto de lei foi enviado no mesmo dia para a Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), mas deve ser analisado somente na semana que vem pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), para depois descer ao plenário para votação dos deputados.

“Os professores receberão os 33,24% de aumento referente ao piso nacional do magistério. Só para recordar, quando recebi o governo do Estado, o salário de entrada de uma professora ou professor era de R$ 1.975. Com os sucessivos aumentos de nossa gestão, o piso do professorado passará para R$ 3.845, ou seja, nós praticamente dobramos o vencimento do magistério”, celebrou Helder.

Para Aline Rossi, professora do ensino médio das escolas Cordeiro de Farias, Albanizia de Oliveira e Pedro Amazonas Pedroso, a medida vem ao encontro do que reivindica a categoria. “Nada mais justo que os trabalhadores, os professores especialmente, sejam recompensados por tanto trabalho que eles fazem, principalmente neste momento pandêmico, porque nós tivemos que nos reinventar. Com esse novo reajuste, o piso dos professores faz com que nós tenhamos um fortalecimento financeiro, para mais recursos e assim ajudar as nossas famílias”.

LEIA TAMBÉM:

Programa garante creches para 30 mil famílias no Pará


Aumento

O reajuste salarial aos servidores ativos e inativos da administração pública direta e indireta estadual deve ocorrer a partir de abril deste ano. Além do incremento de 10,5% na remuneração-base de todos os trabalhadores, incluindo comissionados, o valor do vale-alimentação passará para o valor de R$ 1 mil.

A ação foi estudada pela atual gestão, mantendo o equilíbrio fiscal e as contas públicas sanadas, buscando mecanismos de valorização do servidor público.

“O envio do PL representa, para o Estado, um avanço significativo na valorização dos servidores públicos, bem como os profissionais da educação, o que representa um importante passo para tornar a remuneração de todas as categorias mais atrativas, além de demonstrar o reconhecimento que temos pelo trabalho executado por todos, que é essencial para o bom funcionamento dos serviços ofertados à população”, ressaltou a titular da Seplad, Hana Ghassan.

“Este aumento beneficia diretamente mais de 150 mil pessoas e vale também para os aposentados e pensionistas. Também vamos dar um incremento no auxílio-alimentação que vai para mil reais. Hoje, a maioria recebe R$ 600 de auxílio, então, é um aumento significativo no poder de compra para as famílias dos nossos servidores”, afirmou o governador Helder Barbalho.

Equilíbrio

l A líder do governo no Parlamento Estadual, deputada Cilene Couto (PSDB), parabenizou a medida e afirmou que trata-se de uma importante conquista de todos os trabalhadores estaduais, incluindo os do magistério.

l “São mais de 150 mil beneficiados, tem o pagamento do piso dos professores, o aumento do VR, tudo isso demonstra o equilíbrio econômico, financeiro e fiscal do Estado do Pará, em meio a uma gestão eficiente e capaz, permitindo que o servidor público seja valorizado”, destacou.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS