Diário Online
Notícias / Notícias Pará
DIA DAS MÃES

Dia das mães: cemitério Santa Isabel amanhece movimentado

No cemitério Santa Isabel, segundo a prefeitura de Belém, para este final de semana são esperados cerca de 40 mil visitantes.

domingo, 08/05/2022, 18:21 - Atualizado em 08/05/2022, 18:20 - Autor: Com informações de Sancha Luna/RBATV

Google News

Dia de muita homenagem e emoção no cemitério Santa Isabel
Dia de muita homenagem e emoção no cemitério Santa Isabel | Sancha Luna - TV RBA

Dia das mães, uma data importante para ressaltar a importância da figura materna que para muitos é sinônimo de amor, acolhimento e força. Em vida ou não, os filhos sempre buscam não deixar essa data passar em branco.

O dia das mães é a segunda data do ano com mais movimento nos cemitérios da capital paraense. No cemitério Santa Isabel, segundo a prefeitura de Belém, para este final de semana são esperados cerca de 40 mil visitantes.

Leia também 

Sorteio: concorra R$ 1.000 em procedimentos estéticos para diástase 

Aromaterapia: tratamento que vem dos aromas

O cemitério que fica no bairro do Guamá, segue com as movimentações intensas para prestar homenagens ao dia das mães e também para os vendedores de flores que comemoram o sucesso das vendas e reclamam dos preços, "Hoje dia das mães foi um dia abençoado para nos vendedores, a gente comprou uma quantidade de flores, não deu totalmente para as pessoas que vieram aqui prestar homenagem as mães, esta faltando flores, elas vieram muito caro, a gente comprou só uma quantidade de flores e já acabou, a demanda dos fregueses foram muitas e não deu para todos", relatou a vendedora de flores, Rosália Paixão.

 

| Sancha Luna - TV RBA
 

Para o engenheiro Flavio Valois, que perdeu a mãe há 6 meses essa é uma data muito importante, "A emoção já vem desde criança... já vem no sangue, e, perdi uma das pessoa mais importantes da minha vida, perdoe a minha emoção novamente... Temos que continuar vivendo, a vida continua , e eu por ser o patriarca de uma família grande, não posso esmorecer, mas nos também temos os nossos momentos de fragilidade, e esse é um deles, coisas que você não se prepara para a vida", disse emocionado.

A visitante Rita Melenas, que perdeu a mãe recentemente, emocionada relembra um pouco de quem foi sua matriarca, "Ela partiu de uma maneira inexplicável, não tem explicação, ainda mais na data que ela foi, onde muitos comemoram, no dia 31 de dezembro não existe mais comemorar, eu perdi meu pai e minha mãe, meu pai eu não conheci, tinha 2 anos quando ele faleceu, minha mãe sempre fava bem dele, e ela não foi mãe só nossa, foi  de muitos sobrinhos, a nossa casa era o tempo todo cheia de gente, com pessoas do interior que ela cuidava, tenho uma irmã de criação que ela cuidou, a mãe dela teve e faleceu e minha mãe assumiu a criança", contou.

 

| Sancha Luna - TV RBA
 


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS