Diário Online
Notícias / Notícias Pará
DR. RESPONDE

Terapia com música; Auxílio para várias situações

Entre os benefícios proporcionados pela musicoterapia, através da utilização das técnicas e recursos adequados, está o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, a oralidade e a articulação.

segunda-feira, 16/05/2022, 08:41 - Atualizado em 16/05/2022, 08:39 - Autor: Cintia Magno / Diário do Pará

Google News

Pessoas com depressão podem usufruir dos benefícios da musicoterapia
Pessoas com depressão podem usufruir dos benefícios da musicoterapia | FREEPIK

“A musicoterapia auxilia no tratamento de pessoas que estão dentro do Transtorno do Espectro Autista, pessoas com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, pessoas com déficits cognitivos, motores, com dificuldade de comunicação e expressão verbal e não-verbal, pessoas com Alzheimer, pessoas com Parkinson, pessoas diagnosticadas com depressão, ansiedade, transtorno de pânico ou qualquer outro déficit neuropsicomotor”, destaca a musicoterapeuta Paula Valéria.

Série "Dr. Responde" aborda terapias alternativas

Dentro desse contexto, a terapeuta aponta que a musicoterapia é indicada para toda e qualquer pessoa que tenha uma relação positiva com a música, incluindo crianças, adolescentes, adultos e idosos. Entretanto, apesar da afinidade com a música ser de extrema importância, não é necessário que o paciente seja músico ou saiba tocar algum instrumento para fazer musicoterapia. “Não adianta a gente chegar para a terapia e a pessoa ter uma resistência ou uma rejeição à música e aos sons porque, aí, a gente não vai conseguir ter resultados”, considera.

“Como a música já é automaticamente terapêutica, muita gente pensa que qualquer profissional que chegue e toque um violão para o paciente já é musicoterapia, mas não é. O musicoterapeuta é um profissional que tem uma graduação ou uma pós-graduação em musicoterapia. Por exemplo, eu tenho licenciatura em música, sou professora e fiz pós-graduação em musicoterapia, mas vários outros profissionais de outras áreas, como da área da saúde mesmo, podem se tornar musicoterapeutas. O profissional precisa tocar algum instrumento, ter essa relação com a música. Agora, o paciente não precisa”. Paula Valéria, musicoterapeuta

VOCÊ SABIA?

MUSICOTERAPIA

Dentro desse contexto, a terapeuta aponta que a musicoterapia é indicada para toda e qualquer pessoa que tenha uma relação positiva com a música, incluindo crianças, adolescentes, adultos e idosos.
Dentro desse contexto, a terapeuta aponta que a musicoterapia é indicada para toda e qualquer pessoa que tenha uma relação positiva com a música, incluindo crianças, adolescentes, adultos e idosos. | ( Reprodução )
  

Conduzida em grupo ou de forma individualizada, a musicoterapia utiliza a música e/ou seus elementos – som, ritmo, melodia e harmonia – num processo facilitador e promotor da comunicação, da relação, da aprendizagem, da mobilização, da expressão, da organização, entre outros objetivos terapêuticos relevantes, no sentido de atender necessidades físicas, emocionais, mentais, espirituais, sociais e cognitivas do indivíduo ou do grupo.

Fonte: Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS - Ministério da Saúde.

BENEFÍCIOS

Entre os benefícios proporcionados pela musicoterapia, através da utilização das técnicas e recursos adequados, está o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, a oralidade e a articulação.

DOL
DOL | ( Reprodução )
  
Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS