Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
32°
cotação atual R$
MUSA DO CRIME

"Gatinha da nota fake" é presa com cédulas falsas no Pará 

Joene Coutinho tentou fazer compras usando notas falsificadas de R$ 100, no Mercadão Municipal, mas acabou detida.

sexta-feira, 20/05/2022, 12:11 - Atualizado em 20/05/2022, 12:15 - Autor: Sales Coimbra, com informações Giro Portal

Google News

A musa fitness Joene Coutinho agora precisa explicar a origem das notas falsas.
A musa fitness Joene Coutinho agora precisa explicar a origem das notas falsas. | (Foto: Reprodução Instagram)

De acordo com o artigo 289 do Código Penal brasileiro, colocar em circulação, adquirir ou guardar nota falsa é crime e pode ser punido com pena de três a 12 anos de prisão, além de multa. Por atentar contra o Tesouro Nacional, a pessoa suspeita de falsificação deve ser conduzida para a Polícia Federal, que assumirá a investigação.

Leia também:

"Gatinha da Cracolândia" é presa por tráfico de drogas 

"Pantera do pó": veja o vídeo da prisão da ex-capa da Playboy


A influenciadora digital Joene Coutinho, de 25 anos, foi presa nesta quinta-feira (19), após ter sido acusada de tentativa de estelionato, no Mercadão Municipal de Uruará, cidade localizada na região sudoeste do Pará. Segundo a Polícia Civil, ela estava utilizando notas falsificadas de R$ 100,00 para realizar as compras em diversas barracas do centro de compras.

LEIA TAMBÉM:

Deolane Bezerra se arrepende e retira preenchimento labial

Marquezine assume relacionamento com famosa: já posso dizer

Joene, que possuí mais de 130 mil seguidores no Instagram e compartilha imagens em roupas sensuais e vídeos de dancinhas nas redes sociais, foi apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Uruará, no final da tarde de quinta-feira.

Durante todo o dia, uma a uma, as vítimas foram comparecendo à unidade policial para denunciar o golpe. Estima-se que mais de mil reais em notas falsas foram distribuídas pela influenciador durante as compras.

Um Boletim de Ocorrência (B.O) foi registrado unificando todas as denúncias e, em seguida, Joene Coutinho foi conduzida até a delegacia para prestar esclarecimentos, permanecendo detida para que as medidas legais sejam tomadas. Agora, as autoridades querem saber a origem do dinheiro falso.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS