Diário Online
Notícias / Notícias Pará
MARABÁ

Cachorro  é salvo da boca de anaconda em Marabá 

Em passeio de pesca, médica veterinária e amigos salvaram o cão da boca da cobra de 8 metros

terça-feira, 14/06/2022, 17:18 - Atualizado em 14/06/2022, 17:14 - Autor: (Com informações Correios de Carajás)

Google News

Veterinária mostra o tamanho assustador de sucuri
Veterinária mostra o tamanho assustador de sucuri | ( Reprodução )

A espécie de cobra Sucuri, para muito anaconda, apresenta  hábitos semi aquáticos, em regiões de lagos, pântanos, rios, brejos, entre outros. Não é incomum achar uma cobra dessa espécies em igarapés que muitas vezes são frequentados por adultos e crianças e até animais de estimação. 

Pesquisas com o animal revelam que a espécie sucuri só ataca humanos quando se sentem ameaçadas em seu habitat, no caso dos animais de estimação ela os vê como uma presa que serve de alimento. Por isso biólogos alertam para o perigo de deixar seu pet em locais que possam ser habitat da cobra sucuri.

 Em Marabá, no último domingo (12), uma sucuri de cerca de oito metros de comprimento foi encontrada nas imediações do Condomínio Residencial Ipiranga Ecoville.

Vídeo de mais um macaco morrendo no chão viraliza em Belém

Vídeo: sucuri é flagrada dormindo em árvore de Mosqueiro

O médico veterinário Pedro Calazans, sua companheira Sara Dax e os estudantes Caio Almeida e Anne Valente estavam pescando em um igarapé localizado atrás da residência de Pedro, quando um cachorro começou a grunhir e a afundar nas águas. Preocupados com o animal, foram verificar o que estaria acontecendo e se depararam com a cobra abocanhando o cão. Ao resgatarem o quadrúpede, puxaram a sucuri e prontamente se assustaram com seu tamanho.

 

Cachorro após o ataque da cobra sucuri
Cachorro após o ataque da cobra sucuri | ( Reprodução )
 

PF prende homem com R$ 1.000 reais em notas falsas 

Ao Portal Correio de Carajás, Pedro falou sobre a reação das pessoas em situações como essas.

“Vejo muitos maus tratos às cobras, pessoas dizendo que a única saída é matar… Ninguém quer entender e nem fazer o que realmente precisa ser feito”, relata.

Para ele, é necessária uma conscientização maior sobre como lidar com surpresas assim, como pedir a ajuda de órgãos como a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma).

O cachorro que foi atacado recebeu tratamento do veterinário e a cobra foi devidamente recolhida até a pesagem. O plano do grupo é soltar a sucuri em uma reserva para garantir a sobrevivência

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS