Diário Online
Notícias / Notícias Pará
MONITORAMENTO

Varíola dos Macacos: Pará não possui casos suspeitos

Monitoramento feito pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) aponta para a não existência casos confirmados ou suspeitos no território paraense

segunda-feira, 25/07/2022, 21:21 - Atualizado em 25/07/2022, 21:21 - Autor: DOL

Google News

No Brasil, primeiro caso foi confirmado em 8 de junho
No Brasil, primeiro caso foi confirmado em 8 de junho | Reprodução/Dado Ruvic

Um novo alerta feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) trouxe preocupação para o mundo e, dessa vez, não estamos falando do novo coronavírus. A “Varíola dos Macacos”, ou Monkeypox, tornou-se o centro de discussão entre as autoridades sanitárias da agência que classificaram a doença como “emergência pública de preocupação global”.

Com o comunicado, foi preciso intensificar também quaisquer alertas por parte das secretarias de saúde. No Pará, a Secretaria de Saúde Pública (Sespa) emitiu uma nota tranquilizando a população paraense e afirmando que, até o momento, não há qualquer registro da doença no território paraense.

LEIA TAMBÉM: Sespa investiga ataques de morcegos a humanos no Pará

O comunicado foi feito nesta segunda-feira (25) e nele a pasta esclarece que, apesar dos registros da doença em outros estados brasileiros, na região sudeste, o monitoramento tem sido constante, motivo pelo qual “o Pará não possuir casos suspeitos ou confirmados”, esclarece.

No Brasil, o primeiro caso foi confirmado em 8 de junho, e, desde então, já são mais de 600 registros até a última sexta (22), tendo São Paulo concentrado a maior parte, com 466 casos em todo o Estado e 385 somente na capital.

O que é a “Varíola dos Macacos”?

A doença é provocada pelo monkeypox, um vírus do gênero orthopoxvirus. Outro patógeno que também é desse gênero é o que acarreta a varíola, doença erradicada em 1980. Apesar das semelhanças, existem diferenças entre as duas doenças. Uma delas é a letalidade: a varíola matava cerca de 30% dos infectados. Já a varíola dos macacos conta com uma taxa de mortalidade entre 3% a 6%, segundo a OMS.

+ Japão emite alerta para surto de varíola dos macacos

+ Por que a varíola dos macacos se espalhou pelo mundo?

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS