Diário Online
Notícias / Notícias Pará
DESDOBRAMENTO

Fotografo baleado por PM passará por cirurgia nesta quarta

Segundo informações de uma pessoa ligada à vítima, Junior será submetido à uma cirurgia durante a tarde desta quarta-feira (27), após ter sido baleado na perna pelo policial identificado como Paulo Fernando Fonseca da Silva Leal, conhecido como cabo Leal

quarta-feira, 27/07/2022, 13:47 - Atualizado em 27/07/2022, 17:46 - Autor: Com informações de Sancha Luna / RBATV

Google News

Junior está muito abalado psicologicamente
Junior está muito abalado psicologicamente | ( Reprodução )

Familiares do fotografo Êxodo Happy de Jesus Santos, conhecido como “Junior Hoffman” ainda pedem por justiça, após o jovem ter sido baleado por um policial, em uma discussão, em uma pequena viela na WE-38, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém (RMB).

Relembre:

Policial atira em jovem e foge com criança em Ananindeua

Segundo informações de uma pessoa ligada à vítima, que preferiu não ser identificada, Junior será submetido à uma cirurgia durante a tarde desta quarta-feira (27), após ter sido baleado na perna pelo policial identificado como Paulo Fernando Fonseca da Silva Leal, conhecido como cabo Leal.

Ainda de acordo com a mulher, o jovem contou como tudo aconteceu. "Ele estava indo comprar pão. Quando passou, ele viu a discussão e, em seguida a moça estava pedindo ajuda, porque o marido dela queria levar a criança de quatro meses. Nesse pedido de socorro dela, ele tentou ajudar e falou para o homem que isso não era certo", contou.

A mulher relatou que Junior afirmou que o policial teria proferido palavras racistas a ele. "Ele falou coisas racistas para ele e, com isso, a discussão se acalorou.  O Junior derrubou a moto dele sem querer e foi quando o homem sacou a arma e atirou duas vezes. Uma bala pegou na perna direita dele e ele caiu", disse.

Leia também:

Polícia Federal realiza operação contra pedofilia em Vigia 

De acordo com o relato dela, o policial ainda teria apontado a arma para a cabeça de Junior, mas a população o impediu de fazer algo ainda mais grave. 

O caso foi registrado na Seccional da Cidade Nova.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS