Diário Online
Notícias / Notícias Pará
RESPOSTA

Promotoria abre conselho contra PM que atirou em fotógrafo

O cabo Leal, da Polícia Militar, agrediu a esposa, atirou em um jovem e chegou a fugir com um bebê no dia do crime

sexta-feira, 29/07/2022, 20:40 - Atualizado em 29/07/2022, 20:39 - Autor: DOL

Google News

O policial militar Fernando Fonseca da Silva Leal, cabo Leal, foi afastado das ruas
O policial militar Fernando Fonseca da Silva Leal, cabo Leal, foi afastado das ruas | Reprodução/Vídeo

Foi em um final de tarde da última terça-feira (26) quando a violência ganhou palco em uma pequena rua no conjunto Cidade Nova IV, em Ananindeua, deixando vítimas pelo caminho: uma mulher agredida fisicamente e um jovem baleado. O autor das agressões foi identificado como o cabo da Polícia Militar Fernando Fonseca da Silva Leal.

Cabo Leal engatou em uma discussão com a companheira e a agrediu. Ao sair em sua defesa,  Êxodo Happy de Jesus Santos, conhecido como “Junior Hoffman”, acabou sendo surpreendido pela ação violenta do militar, sendo atingido por disparos de arma de fogo.

+ Fotógrafo baleado por PM recebe alta e fala como foi o crime

No dia do crime, o militar não apenas agrediu a companheira e atirou em uma pessoa, como fugiu com a própria filha, uma bebê de quatro meses. Quase dois dias depois sendo procurado, ele se apresentou na Divisão de Crimes Funcionais (DECRIF), da Delegacia Geral. A criança havia sido entregue na noite anterior.

Policial afastado

Como resposta às condutas do policial, a Promotoria de Justiça Militar, por meio do promotor Armando Brasil, informou, nesta sexta-feira (29), que determinou a instauração de conselho disciplinar contra o cabo Leal.

O promotor frisou no comunicado que, diante do ocorrido, o militar poderá ser expulso. “Esse militar pode ser expulso da Corporação. O Comando da Polícia Militar já afastou esse PM do serviço de rua”, disse.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS