plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 26°
cotação atual R$


home
EM ALTA

Setembro: turismo nacional fatura R$ 115 milhões

O Pará apresentou um crescimento de 7,6% no setor em setembro de 2023 quando comparado com igual período de 2022. No acumulado do ano subiu 10,3% no Estado

Imagem ilustrativa da notícia Setembro: turismo nacional fatura R$ 115 milhões camera As belezas do Pará como Alter do Chão, em Santarém, atraem muitos turistas para o Estado | D’Angelo Valente

Em setembro, o turismo nacional faturou R$ 15,6 bilhões, resultado 1,7% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. Os números são do levantamento mensal do Conselho de Turismo da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A projeção para o término deste ano se mantém na casa dos 11%.

Dentre os principais destaques do mês, estão as atividades culturais, recreativas e esportivas. Com uma sequência de grandes eventos, nacionais e internacionais, o segmento registrou faturamento de R$ 1,35 bilhão no nono mês do ano — aumento de 17,4% em relação ao ano anterior — e deverá seguir apontando bons índices nos próximos meses.

Conteúdos relacionados

Os alojamentos também contribuíram significativamente para o aumento no faturamento do setor, ao atingir R$ 1,71 bilhão, avanço anual de 12,4%. Segundo dados do Fórum dos Operadores Hoteleiros do Brasil (Fohb), houve aumento de 16,8% na taxa de ocupação dos hotéis nacionais, que chegou a 71,2%, em setembro. Ao mesmo tempo, a manutenção da tarifa média cobrada pelas acomodações contribuiu para o aumento das receitas da atividade.

Embora tenha registrado um crescimento modesto em termos porcentuais, o transporte aéreo de passageiros registrou um novo recorde de faturamento para o mês de setembro, desde o início da série histórica, em 2011. Foram R$ 4 bilhões em receitas, aproximadamente um quarto de todo o faturamento do turismo no mês em questão. Contudo, vale observar que foram transportados 7,6 milhões de passageiros, abaixo dos 7,8 milhões registrados no mesmo mês de 2019, o que representa alta nos preços.

TRANSPORTE

De acordo com a Entidade, o turismo deverá permanecer aquecido durante o último trimestre de 2023. Mesmo com o aumento dos preços, os consumidores conseguirão aproveitar condições especiais, seja pela variedade de destinos, seja pelas opções mais em conta, como o transporte rodoviário.

A alta em outubro nos preços médios do setor pode ser explicada pelo crescimento de 6,13% em relação a setembro, de acordo com os dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o levantamento da FecomercioSP, as passagens aéreas subiram 23,7% no décimo mês do ano, após alta de 13,5% no mês anterior, assim como os preços de pacotes turísticos (1,32%) e hospedagem (0,45%), uma vez que ambos já estão com um aumento da procura em razão das comemorações de fim de ano.

No acumulado de 12 meses, a inflação do turismo nacional desacelerou (6,46%), mas ainda segue acima da variação geral dos preços no País (4,82%). De acordo com a Federação, apesar da redução de preços registrada em setembro, a expectativa é de que a pressão de custos e a demanda aquecida impeçam uma retração significativa em curto e médio prazos.

Quer saber mais sobre as notícias do Pará? Acesse nosso canal no Whatsapp

Na análise por região, 21 dos 27 Estados registraram crescimento no faturamento em setembro, na comparação anual. Dentre eles, os que apresentaram as maiores variações do mês foram Mato Grosso (20,8%), Tocantins (15%) e Mato Grosso do Sul (14%).

O Pará apresentou crescimento de 7,6% no mês de setembro quando comparado com igual período do ano passado, para um faturamento de R$ 115,6 milhões. No acumulado do ano subiu 10,3%. Por outro lado, Amapá (9,3%), Roraima (7,1%) e São Paulo (4,5%) apontaram faturamento menor em relação a setembro de 2022. Ainda que o Estado paulista contribua com a maior parcela do faturamento do setor, a queda não foi capaz de impactar negativamente o resultado geral.

Estudo

O estudo se baseia nas informações da Pesquisa Anual de Serviços, mediante dados atualizados com as variações da Pesquisa Mensal de Serviços, ambas do IBGE. Os valores são corrigidos mensalmente pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), e foram escolhidas as atividades que têm relação total ou parcial com o turismo. Para as que têm relação parcial, foram utilizados dados de emprego ou de entidades específicas para realizar uma aproximação da participação do setor no total.

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Notícias Pará

Leia mais notícias de Notícias Pará. Clique aqui!

Últimas Notícias