plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 30°
cotação atual R$


home
TÁ PEGANDO

Quilo da farinha passa de R$ 10 e deixa paraenses "mufinos"!

Segundo o Dieese, em Belém, o reajuste no valor do quilo da farinha superou a inflação registrada no período de janeiro a outubro deste ano. E neste mês de novembro, novos aumentos devem acontecer.

Imagem ilustrativa da notícia Quilo da farinha passa de R$ 10 e deixa paraenses "mufinos"! camera Os paraenses ainda estão pagando caro pelo kg da Farinha de Mandioca comercializada em feiras livres e supermercados da Capital, nos últimos meses. | Wagner Almeida/Diário do Pará.

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos no Pará (Dieese/PA) informou que houve um aumento de 2,20% no valor do quilo da farinha de mandioca ao confrontar os meses de setembro e outubro deste ano.

Além disso, foi constatado um aumento expressivo de 17,47% nos primeiros dez meses de 2023 (janeiro a outubro), considerando o acumulado nesse intervalo.

Conteúdos relacionados:

Para ilustrar essas altas, o Dieese/PA realizou a pesquisa em vários estabelecimentos de Belém, tanto nas feiras livres quanto nos supermercados.

Quer ver mais notícias do Pará? Acesse nosso canal no WhatsApp.

Conforme a pesquisa, em janeiro, o custo médio desse item alimentar era de R$ 9,26. Ao longo de nove meses, em setembro, esse valor ascendeu para R$ 10. No mês passado, em outubro, foi revelado que o preço da farinha alcançou R$ 10,22.

Dessa maneira, entre janeiro e outubro, o percentual ficou superior à inflação estimada em 3,04% pelo Índice de Preços ao Consumidor (INPC), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nos últimos 12 meses, o reajuste no preço do produto foi ainda mais expressivo, atingindo quase 38%, se compararmos os mesmos dados do INPC/IBGE.

A entidade justifica a elevação nos preços desse produto a fatores como o período de entressafra, intensas variações climáticas que afetam a produção, assim como os chamados intermediários que influenciam na formação de preços do produto.

Ainda conforme as recentes pesquisas realizadas pelo Departamento, a expectativa é de novos aumentos para este mês de novembro.

  • 2,20% - reajuste registrado em outubro em relação a setembro.
  • 17,47% - reajuste ocorrido entre janeiro e outubro deste ano.
VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Notícias Pará

Leia mais notícias de Notícias Pará. Clique aqui!

Últimas Notícias