plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 27°
cotação atual R$


home
NOTÍCIAS PARÁ

Governo justifica chacina em fazenda de Pau D'Arco

Para esclarecer a morte de 10 sem-terras em uma fazenda no município de Pau D'Arco, no sudeste paraense, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Pará (Segup), juntamente com outros órgãos de segurança do Governo do Estado, realizou

twitter Google News

Para esclarecer a morte de 10 sem-terras em uma fazenda no município de Pau D'Arco, no sudeste paraense, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Pará (Segup), juntamente com outros órgãos de segurança do Governo do Estado, realizou coletiva de imprensa no início da noite desta quarta-feira (24).

Durante a coletiva, o secretário de Segurança Pública, Jeannot Jansen, afirmou que a operação pretendia cumprir 14 mandados de prisão, busca e apreensão.

Na operação conjunta, participaram 24 policiais civis e militares.

Oito pessoas tinham mandados de prisão expedidos e, ainda segundo o secretário, 4 dos 10 mortos estavam com o mandado de prisão decretados.

O secretário Jeannot Jansen sustentou a tese de que os mortos "não eram trabalhadores rurais", mas "pessoas que estavam com mandados de prisão decretados pelo juiz sob suspeita de homicídio".

Entretanto, o secretário não explicou como o número de mortos era superior ao de mandados de prisão.

(Foto: via Whatsapp)

Ao ser questionado se houve excessos durante a operação policial, Jansen afirmou que "seria irresponsável afirmar certas coisas" e que "para isso que há um inquérito".

O governo também afirmou que a operação teve planejamento, foi "legal e autorizada para o cumprimento de uma ordem judicial" e que "houve uma reação da equipe policial que foi recebida a tiros".

O inquérito será conduzido pelo Departamento de Operações Especiais (Dioe) da Polícia Civil.

(DOL)

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Notícias Pará

    Leia mais notícias de Notícias Pará. Clique aqui!

    Últimas Notícias