Diário Online
Notícias / Polícia
EM GOIÁS

Casal é preso sob suspeita de matar três pessoas no Pará

Os presos são acusados pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e furto. As mortes ocorrem em Primavera, no Nordeste paraense, em novembro de 2021.

quarta-feira, 05/01/2022, 16:55 - Atualizado em 05/01/2022, 16:55 - Autor: DOL


Os corpos das vítimas foram encontrados em uma área de mata,  no município de Primavera, no nordeste paraense.
Os corpos das vítimas foram encontrados em uma área de mata, no município de Primavera, no nordeste paraense. | Reprodução

Três corpos foram encontrados em uma área de mata, no município de Primavera, na região Nordeste do Pará, em novembro do ano passado. Um crime bárbaro que chocou os moradores locais e colocou a polícia em busca dos possíveis autores. 

Uma das vítimas era cadeirante e estava foragida do sistema penal. Dois corpos encontrados estavam em área de mata e um terceiro enterrado em uma fossa.

Na terça-feira (04), a Polícia Civil do Pará, com apoio da Polícia Civil de Goiás, prendeu, no município goiano de Goiatuba, um casal acusado de participação no um triplo homicídio ocorrido em Primavera. O homem e a mulher presos serão transferidos em breve para a capital paraense. Eles serão ouvidos e ficarão à disposição da Justiça. As investigações prosseguem com o objetivo de identificar outros envolvidos no crime.

As investigações iniciaram após uma mulher procurar a delegacia de Brasilândia, em Primavera, para informar o desaparecimento de seu companheiro. Após a apuração dos fatos, a equipe policial verificou que contra o homem desaparecido havia um mandado de prisão em aberto. O corpo do homem foi encontrado em uma área de mata. No mesmo dia, a Polícia Civil foi informada que mais dois corpos foram encontrados, na mesma região de mata. As investigações indicam que os crimes possuem relação.

"A prisão da dupla ocorreu após um trabalho de inteligência e investigação da Polícia Civil, o qual possibilitou obter a localização e dar cumprimento aos mandados de prisão dos envolvidos. As investigações prosseguem com o objetivo de identificar outros envolvidos no crime", informou o delegado-geral de Polícia Civil, Walter Resende.

De acordo com a Polícia Civil, os presos em Goiás serão investigados pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e furto. A Diretoria de Polícia do Interior (DPI), por meio da 6ª Região Integrada de Segurança Pública (6ª RISP), na sede da Polícia Civil, em Capanema, no nordeste paraense, coordena e acompanha a investigação para tomar as providências necessárias no sentido de elucidar o crime no menor tempo possível.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS