Diário Online
Notícias / Polícia
FEMINICÍDIO

Homem morava em forro no Jurunas para se esconder da polícia

Claudionor Sobral da Silva foi preso pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira (3), acusado de matar a mulher, em Mosqueiro

terça-feira, 03/05/2022, 21:57 - Atualizado em 03/05/2022, 21:57 - Autor: Wesley Rabelo

Google News

Claudionor ficou sete meses fugindo da polícia, mas foi pego dentro de casa no Jurunas.
Claudionor ficou sete meses fugindo da polícia, mas foi pego dentro de casa no Jurunas. | ( Reprodução )

O feminicídio é uma forma qualificada do crime de homicídio, prevista no artigo 121, inciso VI do Código Penal. A pena para quem comete homicídio "contra a mulher por razões da condição de sexo feminino" é de reclusão, de 12 a 30 anos.

E um homem foi preso em Belém, nesta terça-feira (3), suspeito deste tipo de crime. Claudionor Sobral da Silva, foi preso pela Polícia Civil acusado de assassinar a ex-mulher, Dilene Alves da Silva, a facadas no distrito de Mosqueiro, em Belém. O crime ocorreu em outubro do ano passado.

Claudionor ficou sete meses foragido, e segundo ele, morando no forro de uma casa localizada no bairro do Jurunas, em Belém. O acusado disse aos policiais que não saia do local com medo de ser preso ou ser reconhecido por moradores, devido a foto dele estar sendo divulgada nas redes sociais. 

LEIA TAMBÉM:

Vídeo: homem mata ex-companheira e tenta justificar o crime

SP: mulher é morta pelo marido durante visita íntima

Segundo a Polícia Civil, outras acusações de violência contra ex-companheiras do acusado também já foram registradas, pelo menos outras três mulheres que tiveram relacionamento com Claudionor o denunciaram por tentativa de feminicidio, tortura e lesão corporal. Uma delas chegou a ser esfaqueada pelo agressor. 

Ele foi encaminhado à Seccional de Polícia Civil de Mosqueiro onde vai responder pelo crime de feminicídio. 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS