Diário Online
Notícias / Polícia
FLAGRANTE

Super maconha apreendida em aeroporto ficaria em Belém

O entorpecente pode ter sido produzido na Colômbia, antes de chegar ao Brasil e tinha como destino a capital paraense, mas foi flagrado no aeroporto da cidade

sexta-feira, 06/05/2022, 15:45 - Atualizado em 06/05/2022, 15:44 - Autor: Com informações de Sancha Luna RBATV

Google News

Voo com a droga teve como origem a cidade de Manaus e entorpecente abasteceria "mercado" na capital paraense
Voo com a droga teve como origem a cidade de Manaus e entorpecente abasteceria "mercado" na capital paraense | Reprodução

A polícia e demais órgãos de segurança estão cada vez mais empenhados em combater o tráfico de drogas em Belém e no Pará. Na última quinta-feira (5), mais uma apreensão foi registrada na capital paraense, dessa vez no Aeroporto Internacional de Belém. Nesta sexta-feira (6) houveram novas atualizações sobre o caso. 

Leia também:

Mãe e filha se esfaqueiam em briga por comida em MG

Idoso morre atropelado por motociclista em Ananindeua

A equipe de plantão da Inspetoria da Receita Federal no aeroporto, em trabalho de análise de risco desviou a aeronave que vinha de Manaus e, passando a bagagem pelo scanner do órgão, encontrou 23 quilos de maconha do tipo Skank, mais conhecida como “super maconha”.  

 

| ( Reprodução )
 

Segundo o Auditor fiscal Leandro Goldenberg, o entorpecente pode ter sido produzido na Colômbia, antes de chegar ao Brasil. O acusado pelo tráfico de drogas teve a identidade revelada, trata-se de Renato Trindade que foi levado à sede da Polícia Federal, após embarcar com a super maconha. A droga vinda de Manaus tinha como destino a comercialização em Belém.

Investigador da Polícia Civil é morto a tiros em Ananindeua 

A PF não descarta a possibilidade do acusado fazer parte de uma quadrilha envolvida com o comércio de drogas na capital paraense.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS