Diário Online
Notícias / Polícia
IMPRÓPRIA PARA CONSUMO

Três toneladas: carne clandestina é apreendida no Marajó

A mercadoria aprendida estava totalmente imprópria para o consumo humano. Um dos responsáveis pelo produto foi detido.

quarta-feira, 22/06/2022, 19:43 - Atualizado em 22/06/2022, 19:40 - Autor: DOL

Google News

Imagem ilustrativa da notícia: Três toneladas: carne clandestina é apreendida no Marajó
| (crédito: Divulgação)

O Pará está entre os cinco maiores produtores de carne bonina no Brasil, com 19 milhões, ficando atrás do Mato Grosso, Minas Gerias, Goiás e Mato Grosso do Sul segundo o IBGE. Enquanto a prática do abate clandestino, o maior prejudicado é o consumidor, que ingere o produto de origem animal não inspecionado, assim colocando em risco sua saúde

A Polícia Civil de Soure no Marajó aprendeu nesta quarta-feira (22) aproximadamente 3 (três) toneladas de carne clandestina totalmente improprias para consumo, em diligências pelo rio Paracauary, os policiais de plantão informaram que as carnes estavam precariamente salgadas e foram localizadas no interior da embarcação.

Segundo a policia civil, a mercadoria estava sendo transportada para o continente, um homem identificado como Paulo Cezar Eynard Abufaiad seria o responsável pela carga e foi conduzido até a Delegacia de Polícia, onde foi autuado por crime ambiental.

Leia também:

Hospital promoverá ação de conscientização ao ceratocone 

Ônibus sem controle causa acidente na frente de shopping

“Cabeça de Hércules” é achada em navio milenar na Grécia

O suspeito já possui histórico de envolvimento com crimes ambientais dessa natureza e disse que a carga seria vendida por R$ 25.000,00 (vinte e cinto mil reais).

A carne foi entregue à Secretaria de Meio Ambiental, que confirmou a sua impropriedade para o consumo humano, sendo o material apreendido incinerado no lixão municipal.

 

| (crédito: Divulgação)
 


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS