Diário Online
Notícias / Polícia
OPERAÇÃO IMPACTO

Belém: polícia prende acusado de estuprar enteadas no Marajó

Agentes de segurança cumpriram mandados de prisão na manhã desta sexta-feira (29). Um dos detidos é acusado por estupro de vulnerável.

sexta-feira, 29/07/2022, 12:15 - Atualizado em 29/07/2022, 13:15 - Autor: Adams Mercês/DOL com informações de Sancha Luna/RBATV

Google News

Acusados de crimes no Marajó foram localizados e presos em Belém.
Acusados de crimes no Marajó foram localizados e presos em Belém. | Sancha Luna/RBATV

O trabalho de investigação e busca por acusados de crimes em todo o Pará tem sido feito intensamente pelas forças de segurança.

Na manhã desta sexta-feira (29), três homens foram presos pela Polícia Militar do Pará, em Belém. Eles eram procurados por crimes cometidos na ilha do Marajó.

Veja também:

Câmeras flagram homem furtando carro de lanche em Belém

Homens tocam fogo em residências e matam cachorro no Marajó

Mandados de prisão contra os acusados estavam pendentes desde então e, foram cumpridos por policiais do Comando de Policiamento Regional XI do Marajó Oriental (CPR XI). Os suspeitos foram encaminhados para a seccional de Icoaraci, distrito da capital.

Um dos presos é Luiz Carlos Gonçalves Correa, acusado de estupro de vulnerável. Ele teria abusado sexualmente de duas enteadas, de 13 e 14 anos. Uma delas, inclusive, chegou a engravidar do padrasto. O crime aconteceu em Salvaterra, no ano de 2014.   

Luiz Carlos é acusado de estuprar duas enteadas menores de idade em 2014
Luiz Carlos é acusado de estuprar duas enteadas menores de idade em 2014 | Divulgação
  

De acordo com o tenente-coronel Vicente, sub-comandante do CPR XI, Luiz Carlos se mudou de Salvaterra e veio se esconder na Grande Belém após o crime.

Os outros dois detidos foram Samuel Wellington Costa Pereira, acusado de roubo, e Rosicley da Costa Avelar, indiciado por violência doméstica. Ambos os crimes aconteceram em Cachoeira do Arari, 2018.   

Samuel Costa é acusado de roubo cometido em 2018 na cidade de Cachoeira do Arari
Samuel Costa é acusado de roubo cometido em 2018 na cidade de Cachoeira do Arari | Divulgação
  

Rosicley Avelar foi preso por violência doméstica
Rosicley Avelar foi preso por violência doméstica | Divulgação
  

OPERAÇÃO IMPACTO

As prisões foram realizadas no âmbito da Operação Impacto, executada pela Polícia Militar do Pará em parceria com o Poder Judiciário.

"Essa operação tem como objetivo cumprir mandados de prisão contra pessoas que tenham cometido delitos no Marajó. Viemos do Marajó, especialmente para efetuar a prisão destes nacionais", afirma o tenente-coronel Vicente, que ressalta também o papel fundamental da inteligência da PM na localização dos acusados.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS