plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 24°
cotação atual R$


home
BELÉM

Mulher de guarda municipal tem prisão decretada novamente 

Segundo informações do advogado da família Isidoro Calixto, a suspeita teria descumprido medidas cautelares

Imagem ilustrativa da notícia Mulher de guarda municipal tem prisão decretada novamente  camera Ivanhoé foi morto pela esposa | Reprodução

Após descumprir medidas cautelares, a mulher do guarda municipal Ivanhoé de Souza, morto em 17 de janeiro, em Belém, teve a prisão decretada novamente pela Justiça.

Ela foi presa em flagrante no dia do crime, alegando legítima defesa. No entanto, em seguida, a Justiça revogou a prisão preventiva e concedeu a ela o direito de responder ao processo em liberdade, sob condições específicas.

Porém, segundo informações do advogado da família, Isidoro Calixto, recentemente, a suspeita teria infringido uma dessas condições ao fazer postagens em redes sociais relacionadas ao caso, o que poderia influenciar a opinião pública. Diante desse descumprimento, o pedido de prisão preventiva foi emitido novamente.

A suspeita ainda não foi encontrada para cumprimento da ordem de prisão.

O advogado Isidoro Calixto reponde pela parte da família da vítima

Conteúdos relacionados:

Relembre o caso

Em 17 de janeiro, durante uma briga de casal, uma mulher atirou seis vezes contra o então companheiro, o guarda municipal Ivanhoé de Souza, de 51 anos, na avenida José Bonifácio, no bairro do Guamá, em Belém.

O homem ficou gravemente ferido e foi socorrido para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém. No entanto, a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu.

Em depoimento, a suspeita afirmou que agiu em legítima defesa.

Quer saber mais sobre as notícias do Pará? Acesse nosso canal no Whatsapp

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Polícia

Leia mais notícias de Polícia. Clique aqui!

Últimas Notícias