Diário Online
Notícias / Política
419 MIL MORTES

Bolsonaro volta a imitar pessoa com falta de ar

Não é a primeira vez que Bolsonaro promove chacotas com a doença que já matou mais de 400 mil brasileiros

sábado, 08/05/2021, 23:16 - Atualizado em 08/05/2021, 23:16 - Autor: Augusto Rodrigues


A "encenação" foi feita durante a live de Bolsonaro, na última quinta-feira (6)
A "encenação" foi feita durante a live de Bolsonaro, na última quinta-feira (6) | Reprodução/YouTube

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) utilizou gestos e expressões faciais para imitar o que seria uma pessoa com falta de ar. A "encenação" foi feita durante a live de Bolsonaro, na última quinta-feira (6). 

Pressionado por CPI, Bolsonaro ataca STF e China

Não é a primeira vez que Bolsonaro promove chacotas com a doença que já matou mais de 400 mil brasileiros. Novamente, a imitação de uma pessoa sufocando foi uma referência ao ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta – Bolsonaoro utilizou o mesmo gestual no dia dia 18 de março. 

“Ser ministro da Saúde de fora é fácil. O Mandetta é aquele cara que condena a cloroquina e fala o quê para você? Fica em casa e, quando estiver sentindo falta de ar (imita uma pessoa com falta de ar), vai para o hospital para fazer o quê? Se não tem remédio comprovado? Para ser intubado”, disse.

Em seu depoimento à CPI da Pandemia, na última terça-feira (4), Luiz Henrique Mandetta afirmou que o presidente da República recebia aconselhamentos sobre a contenção da pandemia por pessoas fora do Ministério da Saúde.

Outro ex-ministro, Nelson Teich, disse aos senadores que saiu do ministério com apenas 29 dias no cargo porque não teria autonomia para trabalhar e por causa de divergências com o governo sobre a eficácia da cloroquina.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS