Diário Online
Notícias / Política
ELEIÇÕES 2022

Ciro convoca partidos contra tentativa de golpe de Bolsonaro

Na última terça-feira (10), em uma live nas suas redes sociais, Ciro Gomes (PDT), afirmou que observa indicações de um possível golpe antidemocrático sendo elaborado por Jair Bolsonaro (PL) e seus aliados, e que todos os partidos devem se unir para tornar público.

quarta-feira, 11/05/2022, 11:52 - Atualizado em 11/05/2022, 11:51 - Autor: Com informações de portal Política ao Minuto

Google News

Imagem ilustrativa da notícia: Ciro convoca partidos contra tentativa
de golpe de Bolsonaro
| Márcia Foletto / Foto de Arquivo

Recentemente há questionamentos do Exército ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em relação à segurança do sistema eletrônico de votação, influenciados, muita das vezes, pelo discurso Bolsonaristas, que tem colocado em dúvida, constantemente, a segurança das urnas eletrônicas. 

Isso tem causado preocupação com a possibilidade de aceitação das Forças Armadas às intenções antidemocráticas que o presidente expressou durante muito dos seus discursos.

Bolsonaro já tentou intervir diversas vezes na Petrobras

Na última terça-feira (10), em uma live nas suas redes sociais, Ciro Gomes (PDT), afirmou que observa indicações de um possível golpe antidemocrático sendo elaborado por Jair Bolsonaro (PL) e seus aliados, e que todos os partidos devem se unir para tornar público.

Segundo o petista e pré-candidato à Presidência da República, há indícios claros de que está em curso um golpe contra a democracia, contra as próximas eleições. “Ou a sociedade e as lideranças políticas tomam providências já, ou chegaremos a um ponto sem retorno", disse.

De acordo com Ciro, trata-se de manobras muito sofisticadas e que envolvem guerra da informação, da contrainformação, manipulação e espionagem. O candidato conta que é preciso que todos os candidatos, de todos os partidos, sentem imediatamente à mesa para denunciar isto publicamente ao Brasil e ao mundo. “Faço esta convocação e espero ser ouvido por todos os demais candidatos", convidou.

Pesquisa aponta Lula com 46% e Bolsonaro com 29%

"Será objeto de repúdio absoluto e de sanções punitivas a todos os envolvidos, impostas simultaneamente por um amplo grupo de países." escreveu  Scott Hamilton, diplomata aposentado do Departamento de Estado dos Estados Unidos,  em seu artigo artigo no jornal "O Globo", sobre a tentativa de interferir na eleições.

Segundo reportagem da agência de notícias Reuters, o diretor da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) disse a autoridades de alto escalão do Brasil no ano passado que Bolsonaro deveria parar de lançar dúvidas sobre o sistema de votação de seu país antes das eleições de outubro.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS