plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 28°
cotação atual R$


home
SÓ NA PAULISTA

Bolsonaro esnoba seguidores de outros estados por ato em SP

Jair Bolsonaro compartilhou nas redes sociais as orientações para o ato que deseja realizar na avenida Paulista no dia 25 de feveireiro e esnobou a possibilidade de bolsonaristas fazerem ato semelhante em outros estados. "Não façam movimentos em outros municípios", apelou.

Imagem ilustrativa da notícia Bolsonaro esnoba seguidores de outros estados por ato em SP camera Bolsonaro quer que seguidores se concentrem apenas na avenida Paulista | Reprodução

Jair Bolsonaro é o nome da vez em meio às investigações da Polícia Federal sobre a existência de um plano de golpe de estado após o resultado das Eleições de 2022. E para tentar provar que ainda possui força política, o ex-presidente está convocando uma mobilização para o próximo dia 25 de fevereiro na avenida Paulista, principal via da cidade de São Paulo.

Mas, em vídeo compartilhado nas redes sociais nesta sexta-feira (16), Bolsonaro deu orientações sobre o ato que foram consideradas como "esnobes" por parte de seus seguidores. Isso porque ele deixou claro que não quer que o mesmo ato seja realizado em outros estados e municípios, apenas em São Paulo, na Avenida Paulista.

CONTEÚDO RELACIONADO:

A justificativa, de acordo com o ex-presidente, é de que ele deseja fazer "uma grande fotografia de um momento ímpar". Para tanto, uma "lista de presença" já estaria sendo puxada entre as autoridades nacionais e parlamentares de oposição ao governo Lula.

A lista, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo, contaria com nomes como o do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) e de deputados e senadores de partidos como União Brasil, PP, Republicanos e Podemos, que fazem parte da base aliada de Lula no Congresso Nacional.

Quer mais notícias de política? Acesse nosso canal no WhatsApp!

Parlamentares e demais lideranças do PL, como era de se esperar, devem comparecer em peso ao ato, em especial após a prisão do presidente nacional do partido, Valdemar Costa Neto. Ele já foi solto e chegou a mudar número de telefone após ser alvo de operação da Polícia Federal na semana passada.

No vídeo publicado por Bolsonaro, ele ressalta os motivos para o ato marcado para às 15h de domingo, 25 de fevereiro, em São Paulo. "Olá amigos de todo o Brasil, está agendado [...] um grande encontro na Paulista. Um momento sério, disciplinado, pacífico, pelo nosso Estado Democrático de Direito, pela nossa liberdade", inicia.

"Quero me dirigir as pessoas que não podem comparecer porque moram longe, não tem meios [...]. Não façam movimentos em outros municípios. Nem de manhã e nem de tarde. O movimento é para a Paulista, exclusivo. Não marquem e não compareçam em nenhum movimento fora da Paulista. Colaborem conosco. É uma grande fotografia, um momento ímpar, para mostrarmos ao mundo, de verde e amarelo, sem faixas e sem cartazes, o que nós queremos, que é Deus, pátria, família e liberdade", declarou.

VEJA O VÍDEO:

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Política

Leia mais notícias de Política. Clique aqui!

Últimas Notícias