Diário Online
Notícias / Santarém
PELO MENOS 10 TIROS

Sargento da PM sofre atendado a tiros em Santarém

Policiais fazem diligências em diversos pontos da cidade na tentativa de localizar os responsáveis pelo atentado

terça-feira, 08/06/2021, 12:45 - Atualizado em 08/06/2021, 12:45 - Autor: DOL


O sargento Gildson foi absolvido de uma acusação de roubo e aguarda julgamento por homicídio qualificado O sargento Gildson foi absolvido de uma acusação de roubo e aguarda julgamento por homicídio qualificado | Reprodução - Redes sociais

O sargento da Polícia Militar Gildson dos Santos Soares, do Grupamento Tático Operacional (GTO), sofreu um atentado a tiros na manhã desta terça-feira (8), no bairro Santarenzinho, em Santarém, oeste do Pará.

As primeiras informações sobre o atentado, obtidas por fontes do DOL, dão conta de dois homens em uma motocicleta se aproximaram do carro do policial e atiraram pelo menos 10 vezes. Ainda não há a confirmação sobre o estado de saúde do policial – não há certeza de que ele tenha sido atingido pelos projéteis.

Neste momento, equipes da Polícia Militar estão realizando diligências em diversos pontos de Santarém para localizar os responsáveis pelo atentado.

Quatro são detidos por tráfico de drogas e suborno

Em 2019, o sargento Gildson dos Santos Soares foi absolvido, por falta de provas, da acusação de fazer parte de uma quadrilha especializada em roubos a postos de combustíveis e lotéricas – processo criminal que tramitava desde 2013.

 

O sargento Gildson foi absolvido de uma acusação de roubo e aguarda julgamento por homicídio qualificado
O sargento Gildson foi absolvido de uma acusação de roubo e aguarda julgamento por homicídio qualificado Reprodução - Redes sociais
 

O sargento aguarda em liberdade ser julgado pelas acusações de homicídio qualificado e outras cinco tentativas de homicídio. A sentença de pronúncia, decisão atesta a existência de indícios suficientes autoria de crime doloso contra a vida, foi proferida em agosto do ano passado, confirmando que o acusado vai a júri popular.

A reportagem do DOL solicitou informações à Assessoria de Comunicação da Polícia Militar do Pará. Este conteúdo será atualizado a qualquer momento.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS