Diário Online
Notícias / Serviço
COMBATE AO CORONAVÍRUS

Mutirão aproxima Belém dos 70% da população vacinada

Nesta quinta-feira (04), é dia de imunização de adolescentes.

quinta-feira, 04/11/2021, 08:29 - Atualizado em 04/11/2021, 10:22 - Autor: Wesley Costa


Campanha de vacinação na capital paraense avançou bastante com o mutirão
Campanha de vacinação na capital paraense avançou bastante com o mutirão | Wagner Santana

Durante o mutirão de vacinação contra a Covid-19 em Belém, realizada no período de 30 de outubro a 02 de novembro, foram vacinadas na capital 84.618 pessoas. Nesses quatro dias foram aplicadas 18.016 primeiras doses (que correspondem a 21,3% do total de doses aplicadas), 55.140 (65,2%) segundas doses e 11.462 (13,5%) terceiras doses. Foram vacinados adolescentes, adultos, idosos e profissionais da saúde com a primeira, segunda e terceira doses, com os imunizantes da Pfizer, Astrazeneca e Coronavac.

Para o secretário municipal de Saúde Maurício Bezerra, o balanço é muito positivo. “Os números demonstram que a população de Belém atendeu ao nosso chamado e compareceu aos pontos de vacinação para garantir a sua imunização. Isso é extremamente importante. Logo chegaremos à nossa meta que é imunizar completamente, com a primeira e segunda doses, 70% da população de Belém”, destaca.

Até 02 de novembro de 2021, Belém aplicou 2.198.020 doses de vacina contra a Covid-19, sendo 1.135.757 primeiras doses e 976.427 segundas doses. Considerando a população vacinável a partir dos 12 anos de idade (1.285.716), estão vacinadas com a primeira dose 88,3% e com as duas doses 75,9% da população vacinável. Se considerarmos toda a população da capital (1.506.420), estão vacinadas 75,4% com a primeira dose e 64,8% com as duas doses.

Em relação à segunda dose, do total de 200.567 idosos que receberam a primeira dose em Belém, 185.502 receberam a segunda dose, indicando que 92,5% dos idosos já completaram o esquema vacinal de duas doses. Além disso, dos 69.412 profissionais da saúde que receberam a primeira dose em Belém, 64.044 completaram o esquema vacinal, correspondendo ao percentual de 92,3% com as duas doses.

TERCEIRA DOSE

Quanto à terceira dose, a população vacinável é de 249.546 pessoas, incluindo 185.502 idosos e 64.044 trabalhadores da saúde que receberam a segunda dose. Destes, já foram vacinadas 115.246 (49,2%) pessoas, portanto, faltam ainda 124.520 pessoas para receber a dose de reforço, que inclui 109.187 idosos com 60 anos ou mais, que serão vacinados de 8 a 12 de novembro, conforme programação definida pela Sesma.

Hoje é dia de imunização de adolescentes

O cronograma de vacinação contra a Covid-19 continua avançando em Belém. Hoje (4), a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) convoca os adolescentes nascidos nos anos de 2004 a 2009 para tomar a primeira ou segunda dose da vacina da Pfizer. Para esse público, estão sendo disponibilizados 24 pontos de vacinação espalhados pela capital e seus distritos, que funcionarão das 9h às 17h, sem intervalo.

 

Wermer Moares recebeu a segunda dose da vacina da Pfizer
Wermer Moares recebeu a segunda dose da vacina da Pfizer | Mauro Ângelo
 


Na manhã de ontem (3), a reportagem do DIÁRIO acompanhou mais um dia de aplicação da vacina em postos da capital. Dessa vez, o calendário contemplou os adolescentes nascidos nos anos de 2007 e 2008, que compareceram em grande número para vacinar. No posto da Universidade Federal do Pará (UFPA), muita gente chegou cedo para evitar filas. Apesar da grande demanda, os atendimentos ocorreram de forma rápida.

“Nos deparamos com bastante gente, mas nada comparado ao movimento da outra vez no calendário da primeira dose. Estou agora com o coração mais aliviado de ver que ele conseguiu completar esse ciclo de imunização”, contou Marlene Moares, 45, mãe do Wermer Moares, 14, que recebeu a segunda dose da vacina da Pfizer.

No posto montado na Catedral da Família da Igreja do Evangelho Quadrangular, no bairro do Guamá, o fluxo de adolescentes e seus acompanhantes também foi intenso durante a manhã. Marina de Souza, 44, chegou a ficar emocionada vendo a filha Jamile de Souza, 12, receber a vacina. “Saber que agora ela está mais protegida contra esse vírus deixa todo mundo da família feliz e mais aliviado. Agora fico na expectativa que a vacina também chegue para meu filho de nove e minha outra filha de seis anos”, disse.

Para se vacinar é preciso apresentar os documentos de RG, CPF e cartão de vacinação de Belém. Menores de idade precisam estar acompanhados pelo responsável, que deverá apresentar CPF para fazer o registro. Aqueles que receberão a primeira dose devem apresentar ainda o comprovante de residência de Belém.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS