Diário Online
Notícias / Serviço
UTILIDADE PÚBLICA

Golpe do Pix: saiba como recuperar o dinheiro perdido

Rapidez é fundamental na hora de reaver dinheiro perdido em golpes aplicados por meio do Pix; veja como recuperar!

quarta-feira, 20/07/2022, 11:26 - Atualizado em 20/07/2022, 11:24 - Autor: Com informações do UOL

Google News

Em alguns casos, é possível recuperar o dinheiro enviado via Pix por engano ou por conta de ações criminosas.
Em alguns casos, é possível recuperar o dinheiro enviado via Pix por engano ou por conta de ações criminosas. | Reprodução

A criação do Pix pelo Banco Central provocou mudanças nas formas de pagamento e transferências de valores feitos pelos brasileiros. No entanto, muitos grupos criminosos se especializaram em golpes utilizando a ferramenta para desviar dinheiro das vítimas.

Apesar de amplamente divulgados, os tipos de golpes sempre se reinventam e fazem com que milhares de pessoas ainda caiam em ciladas. Além disso, ações de sequestradores e até mesmo engano próprio podem acarretar na perda de saldo nas contas de aplicativos de bancos digitais.

Veja também:

"Urubu do Pix": cuidado com este novo tipo de golpe

Veja quais são os golpes do Pix e como não cair neles

Saiba que é possível reaver o dinheiro perdido em ações criminosas e em caso de engano, no entanto, é necessário ser rápido para conseguir retomar os valores.

Marcelo Nagy, perito digital da STWBrasil, empresa de segurança e investigação cibernética, afirma que o banco pode devolver o dinheiro, pois existe uma normativa do Banco Central que regula o Mecanismo Especial de Devolução (MED).

A ferramenta permite recuperar o dinheiro da conta de destino e devolver para a conta de origem, se for constatado que um Pix foi feito erroneamente, por conta de fraudes ou extorsão.

COMO FAZER?

Para reaver o dinheiro, é necessário registrar um Boletim de Ocorrência depois de ligar para o banco. Se o golpista tirar o dinheiro da conta por saque, o que acontece na maioria dos casos, não existe mais possibilidade de funcionamento do MED, o qual só pode restituir o dinheiro que não seja sacado fisicamente. Por esta razão, é tão importante agir com rapidez.

Na maior parte dos estados brasileiros é possível fazer o Boletim de Ocorrência pela internet. Os detalhes de quanto foi transferido, o horário e a ocasião devem ser informados. O documento deve ser usado para fazer uma reclamação formal no Banco Central e em órgãos de defesa dos consumidores, como o Procon.

Também será necessário ingressar com uma ação na Justiça com um advogado. É importante ter todos os documentos com as informações e comprovações do golpe para tentar recuperar a quantia perdida por meio judicial.

COMO SE PROTEGER DE GOLPES:

- Para evitar clonagem do WhatsApp, configure um PIN de 6 dígitos no aplicativo e nunca entregue para terceiros códigos recebidos por SMS (isso vale para clonagem do app e várias outras fraudes);

- Sempre é importante não clicar em links, tanto de emails quanto em redes sociais sem ter certeza de que são confiáveis, pois isso pode permitir o roubo de dados ou dar acesso total do dispositivo ao golpista;

- Nunca faça Pix emergencial sem antes confirmar presencialmente o pedido;

- Evite compartilhar as informações pessoais em redes sociais, pois os golpistas usam isso para enganar as vítimas tentando criar uma relação de confiança;

- Tenha um celular para sair na rua sem apps bancários;

- Não tenha configurado no celular, o seu email usado em bancos para o golpista não recuperar a senha com o recurso "Esqueci a senha";

- Considere contratar um seguro digital para proteção de transações realizadas por fraudes.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS