Diário Online
Notícias / Serviço
FAÇA BOM USO

3º lote do IR: saiba como aproveitar esse dinheiro extra

Contribuintes que foram contemplados com uma grana a mais devem pensar cuidadosamente em como usá-lo

sexta-feira, 22/07/2022, 21:14 - Atualizado em 22/07/2022, 21:14 - Autor: Com informações de assessoria

Google News

Consulta do terceiro lote da restituição do Imposto de Renda foi disponibilizada nesta sexta (22)
Consulta do terceiro lote da restituição do Imposto de Renda foi disponibilizada nesta sexta (22) | Agência Brasil

O terceiro lote da restituição do Imposto de Renda veio, para muitos, em um bom momento. Cada vez mais próximos do fim do mês, sem dúvida é um alento para muitos trabalhadores ter acesso a um dinheirinho “extra” e que, certamente, vai ajudar a dar um pouco mais de respiro no próprio bolso.

A restituição do Imposto de Renda é a devolução do valor pago a mais na declaração do imposto. Em outras palavras, se o contribuinte pagou menos do que o calculado, deverá se ajustar e corrigir isso. Do contrário, se pagou a mais, tem um bom saldo a ser recebido e poderá resgatá-lo.

Faça bom uso

Com a liberação do 3º lote, o contribuinte que se enquadra nos requisitos pode muito bem ter esse dinheiro extra em mãos, mas a pergunta de milhões é: o que fazer com essa grana a mais? De acordo com Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Profissionais de Educação Financeira (ABEFIN), o primeiro passo é avaliar cuidadosamente todas as possibilidades de uso.

"O uso do dinheiro dependerá da realidade da pessoa que for receber. Sempre preguei poupar esses valores para realizações futuras e que utilizar esse dinheiro demonstrava falta de educação financeira, mas vivemos tempos de crise e seus impactos financeiros. Esse dinheiro se mostra uma ótima alternativa para quem quer ajustar problemas financeiros. Lembrando que, independentemente do uso, é preciso pensar nos hábitos financeiros e buscar economia imediatamente", alerta.

+ Banco é condenado a devolver dinheiro de cliente; entenda!

Domingos orienta que caso o contribuinte tenha financiamentos ou dívidas em cheque especial ou cartão, deverá voltar a atenção para eles e estudar a viabilidade de quitá-los com o saldo que está disponível. “Deve-se estabelecer uma estratégia para eliminar o problema, mas nada de sair pagando essas. É preciso estratégia na hora de procurar os bancos e, se não encontrar uma boa negociação, não fechar o acordo”, frisa.

Já para os que estão relativamente bem financeiramente, sem dívidas ou no vermelho, o cenário é mais favorável para os investimentos. É importante, contudo, que esse valor esteja atrelado aos objetivos familiares, caso contrário, o retorno poderá não ser tão interessante.

Veja abaixo as orientações:

  • Por mais que os números mostrem um tipo de investimento como vantajoso, vários fatores devem ser avaliados antes dessa decisão, dentre os quais estão o comportamento do mercado, que pode mudar de rumo com o passar dos anos e, principalmente, os sonhos e objetivos que se quer atingir com o dinheiro investido;
  • Investir apenas na linha que, aparentemente, tem a maior rentabilidade pode ser uma armadilha, levando até mesmo a prejuízos. E, já que o investimento deve ser atrelado a um sonho, é importante saber que devem ser, no mínimo, três: curto, médio e longo prazos. Os de curto são aqueles que se pretende realizar em até um ano. Para esses, é interessante aplicar em caderneta de poupança, pois, quando necessitar, terá a disponibilidade de retirar sem pagar taxas, imposto de renda ou perder rendimentos;
  • É importante manter a calma e não tomar decisões por impulso. Também recomendo que se tenha uma reserva financeira extra para os imprevistos (para este, a poupança também é recomendada), pois geralmente, problemas acabam desviando o dinheiro dos sonhos de médio e longo prazo;
  • Por fim, por mais que as informações direcionem para mudanças de aplicações, uma das premissas da educação financeira é manter a calma e ter objetivos, o que fará com que a realização de seus sonhos se torne mais simples.
Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS