Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
BRUTALIDADE

Mulher esquarteja marido, guarda na geladeira e é solta

Antes de ser presa, Marina dirigia um canal bizarro no YouTube com títulos de vídeo, incluindo “Agressão congênita. Serial killers ”e“ Quando você conhece a amante de seu marido pessoalmente “.

quinta-feira, 04/11/2021, 08:08 - Atualizado em 04/11/2021, 08:49 - Autor: Com informações do Portal Ric Mais

Google News

Imagem ilustrativa da notícia Mulher esquarteja marido, guarda na geladeira e é solta
| Reprodução

A esposa do rapper Andy Cartwright, de 30 anos, presa por esquartejar o marido e guardar pedaços na geladeira de casa ganhou o direito de aguardar pelo julgamento em liberdade. Marina Kukhal, de 36 anos, foi detida no último mês de agosto.

Enquanto os promotores tentam provar que Marina envenenou o companheiro, os melhores cientistas forenses da Rússia, onde o caso aconteceu, não conseguiram encontrar nenhum rastro de substâncias nocivas nas partes do corpo da vítima.

Vídeo: veja a busca pelas gêmeas que estavam desaparecidas

Perfil de Sérgio Moro dispara conteúdo de pornografia

Marina admitiu abertamente que esquartejou seu marido – com ajuda de uma faca, uma serra e um martelo, ao longo de quatro dias – mas nega veementemente tê-lo assassinado. Segundo seu testemunho, Andy morreu de overdose e ela resolveu cortá-lo em pedaços – com uma faca e uma serra- e esconder sua morte para não decepcionar os fãs do artista.

Investigação

No momento de sua morte, o rapper estava tendo um caso com a glamourosa fã Nadia Romanenko, de 25 anos, e os investigadores acreditam que essa possa ter sido a motivação do crime. Isso porque, a amante afirma que o rapper tinha planos de deixar a esposa para viver o novo amor. 

Os investigadores ainda não conseguiram descobrir a causa da morte de Andy, mas acham que ele pode ter sofrido uma overdose de um substituto da insulina ou mesmo ter sido sufocado enquanto dormia. 

A polícia chegou a declarar que Marina fez sexo com o cadáver de seu marido antes de desmembrá-lo e colocar seus órgãos em uma máquina de lavar. Algumas partes de corpos foram localizadas em sua geladeira, outras em sacos de lixo destinados ao descarte, enquanto as pontas dos dedos dele foram dadas para ratos no quintal. 

Os especialistas forenses dizem que não conseguiram encontrar oito órgãos – estômago, pâncreas, esôfago, vesícula biliar e vesícula urinária, intestinos, glândulas suprarrenais e próstata.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS