plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 25°
cotação atual R$


home
TOPAS?

Empresa paga quase R$ 10 mil para quem viver com 100 baratas

A intenção da empresa era testar métodos diferenciados de controle de insetos, que garantissem a segurança das pessoas e seus animais de estimação.

Imagem ilustrativa da notícia Empresa paga quase R$ 10 mil para quem viver com 100 baratas camera Divulgação

As baratas vivem em locais como esgotos, ralos e lixos, onde se alimentam de detritos. Existem mais de quatro mil espécies de baratas pelo mundo e o inseto pode ter até 13 cm e voar.

Resistente, a barata pode viver uma semana sem beber água ou sem cabeça e até um mês sem se alimentar. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Barata é um agente transmissor de doenças causadas por bactérias, como a furunculose, lepra, tuberculose, poliomielite e diarreia.

Por isso, este inseto causa calafrios em inúmeras pessoas. Seja por medo ou nojo, pessoas buscam formas para não encontrar nenhuma barata em sua casa. O anúncio de uma empresa, porém, chamou atenção nos últimos dias.

A Pest Informer, empresa americana de controle de pragas, ofereceu US$ 2.000, isto é, quase R$ 10 mil em conversão direta, para os corajosos que aceitem a conviver com 100 baratas por 30 dias. A proposta, no entanto, é de 2022 e voltou a viralizar nos últimos dias. Na época, com uma grande crise instalada no Brasil, o valor chegava a quase R$ 10,5 mil, com a conversão de dólar para reais.

A intenção da empresa era testar métodos diferenciados de controle de insetos, que garantissem a segurança das pessoas e seus animais de estimação.

COMO ERA?

Uma das condições para participar do experimento inusitado era não interferir no estudo da empresa. Quem aceitasse o desafio teria que tolerar a convivência diária com as baratas. “Você não deve tentar nenhum tratamento adicional durante o estudo”, reforça a nota da empresa.

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Bizarro

Leia mais notícias de Bizarro. Clique aqui!

Últimas Notícias