Tuédoidé? / Curiosidades
VEJA AS DICAS

Home office: como manter a saúde mental e a produtividade?

Especialista dá dicas que podem minimizar os impactos negativos acometidos pelo trabalho remoto e isolamento social.

segunda-feira, 14/06/2021, 12:50 - Atualizado em 14/06/2021, 12:50 - Autor: Com informações da assessoria


Especialista dá dicas de como manter a saúde mental e a boa produtividade no home office.
Especialista dá dicas de como manter a saúde mental e a boa produtividade no home office. | Reprodução

Desde o início da pandemia, muitas empresas aderiram ao home office, visando preservar a saúde de seus colaboradores e não expô-lo ao coronavírus. Para uns foi lidar com praticidade e liberdade. Para outros, veio o excesso de cobrança para manter o nível de qualidade de trabalho, a solidão por não estar ao lado dos colegas de trabalho ou até mesmo por não saber lidar com as atividades pessoais e profissionais juntas.

A rotina começou a ficar massacrante para você? Que tal colocar a saúde mental em ordem durante esse período de home office? Segundo a diretora executiva de Gente, Gestão e Cultura, da EDC Group, consultoria de RH e outsourcing de serviços especializados, Grazi Piva, é importante adotar algumas medidas para ter um dia produtivo, saudável e não sofrer com a rotina diária dentro de casa.

A especialista destaca que o isolamento social é um dos fatores que desperta movimentos negativos. Além disso, "solidão e excesso de trabalho estão relacionados a aumento de casos de estresse, ansiedade e depressão". Por isso, Grazi ressalta a importância de manter uma rotina e se desconectar quando necessário. Confira as dicas:

A recomendação da especialista é organizar a rotina de trabalho como se estivesse sendo exercida presencialmente, definindo o início, períodos de descanso e o fim do expediente. 

"Para pais e mães, tal organização é fundamental para que as crianças também tenham um tempo de convivência com eles. Não está fácil para ninguém e não existe receita mágica, mas a rotina será sempre uma grande aliada", explica Piva.

Outra dica da executiva é definir metas que devem ser cumpridas em determinados períodos, como número de atividades que serão executadas em um dia ou em um período específico, não ultrapassando o período de trabalho e muito menos sendo prudente com os seus compromissos profissionais.

A especialista também recomenda definir um lugar de trabalho dentro de toda a residência, como uma espécie de divisão espacial que indique o momento de trabalho e, nela estarão seus documentos profissionais e as ferramentas necessárias para a execução de suas atividades diárias. 

Já pensou em fazer uma lista pendências que ajuda na definição de prioridades e na visualização de tarefas a serem cumpridas de uma maneira holística? Essa é mais uma das orientações da especialista, para que não haja uma sobrecarga ou culpa pelo acúmulo de tarefas. 

A pandemia pode até gerar ansiedade e dificultar a separação de atividades domésticas, profissionais e pessoais, mas a executiva ressalta a necessidade de ter uma agenda de atividades que não estejam associadas ao trabalho, como um horário para uma reunião virtual com os amigos, uma atividade com os filhos, uma ida ao supermercado, sem esquecer a máscara de proteção, claro!

Outra dica é investir em momentos de descontração, seja estando em família, construindo uma playlist com músicas que você gosta, lendo um livro, se alimentando de maneira saudável, cultivando um jardim, praticando uma atividade física ou qualquer outra que gere prazer e bem-estar.

"Outro ponto é: desconecte-se um pouco, pois diariamente, recebemos um número imenso de informações. No caso do trabalho, quando temos os e-mails e contatos profissionais em nossos telefones, se torna difícil evitar dar respostas de maneira imediata. Sendo assim, é importante ter um momento de desconexão de redes sociais e caixas de e-mail que estejam relacionadas ao trabalho, para que possamos viver para além dele. Diminuir as notificações dos smartphones e estabelecer horários para uso de e-mails, pode ser uma ótima estratégia", recomenda a diretora executiva Grazi Piva.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS