DOL Carajás
Cidades / Marabá
ENCHENTE

Governo disponibiliza atenção total a Marabá durante cheia 

Durante visita aos desabrigados das cheias nesta terça, governador Helder firmou parceria com secretarias e prefeitura de Marabá para dar atenção total durante as cheias dos rios

terça-feira, 11/01/2022, 17:51 - Atualizado em 12/01/2022, 08:39 - Autor: Michel Garcia


Governador esteve na tarde desta terça (11) em Marabá
Governador esteve na tarde desta terça (11) em Marabá | Naldinho Fontenele via Drone

Cerca de 2.500 cestas de alimentos já estão disponibilizadas para serem distribuídas às mais de 1.300 famílias que estão desabrigadas pelas cheias dos rios em Marabá no sudeste paraense. A chegada das cestas e o início da entrega delas aos moradores foi acompanhada presencialmente pelo governador do Pará, Helder Barbalho, que esteve na tarde desta terça-feira (11) para acompanhar de perto a situação dos moradores nos abrigos. 

"Já fizemos chegar 2.500 cestas que já estão aqui, iniciando imediatamente a entrega destas cestas, já estaremos com a reserva já na expectativa de caso mais famílias necessitem, esses mantimentos já estejam disponíveis", declarou o governador. A entrega aconteceu no abrigo construído na praça do núcleo São Félix, local onde também as águas chegaram.

 

Cestas foram entregues aos desabrigados
Cestas foram entregues aos desabrigados | James Oliveira/RBATV
 

Além disso segundo Helder, já foi autorizado ao Corpo de Bombeiros o envio para Marabá o mais rápido possível de materiais de higiene, colchões e água para os desabrigados.

Governo do Estado entrega 2.500 cestas básicas em Marabá

Também acompanha o governador em Marabá a Companhia de Habitação, Cohab, que segundo o governador, está à disposição do município para apoiar às famílias em possíveis recuperação de estruturas por meio do programa "Sua Casa", e a Secretaria de Assistência Social que vai avaliar a situação de cada desabrigado e a possibilidade da disponibilidade  do "Aluguel Social" para as famílias atingidas. 

 

Governador do Pará reforçou apoio a Marabá na presença do prefeito Tião Miranda
Governador do Pará reforçou apoio a Marabá na presença do prefeito Tião Miranda | James Oliveira/RBATV
 

A preocupação maior tanto do governo do estado quanto da prefeitura de Marabá é em relação a antecipação da cheia do rio Tocantins, normalmente acontecendo sempre entre meados de fevereiro e março. "O que nos traz um alerta e o acompanhamento diário ao lado da prefeitura para que nós possamos enfrentar da melhor maneira possível esse momento de dificuldade", salientou o governador Helder Barbalho.

Sobe para 1.485 o número de famílias desabrigadas em Marabá

O governador também explicou porque preferiu vir pessoalmente à Marabá em vez de simplesmente só mandar os suprimentos aos desabrigados. "É importante que possamos estar aqui em solidariedade a essas famílias", disse. "Estar aqui ao lado da prefeitura, trabalhando juntos Estado e Município para que possamos unidos fazer com que essa população tenham direito e a solidariedade de ter o apoio do poder público", declarou.

 

Além disso segundo Helder, já foi autorizado ao Corpo de Bombeiros o envio para Marabá o mais rápido possível de materiais de higiene, colchões e água para o... DOL CARAJÁS
 

CHEIA REPENTINA

O prefeito de Marabá Tião Miranda concordou com a colocação do governador em manter um senso de alerta por conta da recente cheia repentina do rio Tocantins. "Sou filho de Marabá e em toda minha vida nunca tinha visto a cheia do rio logo após a virada do ano", contou. "É a primeira vez que vejo uma enchente no início de janeiro, tanto que tem uma tradição depois da semana santa o rio vai embora e pela primeira vez eu vi esse rio subir em sete dias chegando onde está. Estamos preocupados, ainda estamos no período de chuvas e ainda estamos no início de janeiro", salientou o prefeito de Marabá.

O nível do rio Tocantins em Marabá já beira os 12 metros na manhã desta terça-feira (11) segundo a régua que mede a oscilação das águas. A previsão da Eletronorte é que até esta sexta-feira (14) o nível chegue a 12,66 metros, segundo dados do Boletim Informativo de Vazões e Níveis do Rio Tocantins, da Superintendência de Gestão de Operação de Sistema da entidade. (Com informações de James Olivera da RBATV)


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS