DOL Carajás
Cidades / Tucuruí
PRESSÃO SURTIU EFEITO

Educadores decidem rumos da greve nesta sexta-feira (4) 

Pressionado, prefeito reuniu com profissionais da educação e anunciou reajuste de 33,24% do piso do magistério para este ano

sexta-feira, 04/03/2022, 10:15 - Atualizado em 04/03/2022, 11:54 - Autor: Denis Aragão de Tucuruí

Google News

Educadores de Tucuruí se reunião com o prefeito Alexandre Siqueira nesta quinta (3)
Educadores de Tucuruí se reunião com o prefeito Alexandre Siqueira nesta quinta (3) | Reprodução

Depois de 12 dias de muita mobilização, os profissionais da educação de Tucuruí conseguiram se reunir com o prefeito. A reunião para discutir as demandas da categoria aconteceu nesta quinta-feira (3) no auditório da sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública no Pará – Sintepp e contou com a presença de lideranças sindicais, professores, alguns vereadores e do prefeito Alexandre Siqueira e seu vice, Jairo Holanda. 

Tanta pressão surtiu efeito e o prefeito teve de anunciar que o município vai pagar o piso salarial dos professores a partir deste ano. O reajuste do piso do magistério este ano é de 33,24%. Os trabalhadores da educação em Tucuruí estão em greve desde o dia 21 de fevereiro.

 

Além de negociar a Data-Base que os grevistas pedem o atendimento de outros pontos
Além de negociar a Data-Base que os grevistas pedem o atendimento de outros pontos | Reprodução
 

O coordenador do Sintepp, Wheberton Bonfim, diz que houve avanço, mas a pauta ainda não foi discutida. A expectativa é que o prefeito dê encaminhamento para a pauta de negociações. O destino da greve poderá ser decidida em assembleia marcada para hoje (4). "A greve continua por enquanto. Agora vamos nos reunir para verificar se voltamos ou não a trabalhar na próxima segunda-feira 7”, esclarece o sindicalista.

Além de negociar a Data-Base que os grevistas pedem o atendimento de outros pontos: O piso do Magistério 2022 e Revisão Geral Anual de toda a nossa Categoria, a prestação de contas dos recursos destinados ao desenvolvimento do ensino em 2021, a aposentadoria sem perdas de direitos, realização de concurso público, reforma das escolas e das quadras esportivas e o transporte e alimentação escolar de qualidade. 

Prefeitura 

O prefeito Alexandre Siqueira negou que a prefeitura vem se recusando a negociar com a categoria. O pagamento do piso da educação só será possível porque o município está executando um rigoroso planejamento financeiro. "Nós nunca nos negamos a pagar, mas é claro que tudo que diz respeito a dinheiro tem que ter planejamento. A gente fica feliz de dar um ponto final nessa situação, de forma positiva”, disse o prefeito.

Veja também:

Vídeo: Greve na educação vai para o terceiro dia  

Trabalhadores da educação de Tucuruí iniciam greve 

TCM manda suspender processo seletivo em Tucuruí

Também foi anunciado que os demais servidores públicos municipais terão 6% de reajuste nos salários, o que, segundo o prefeito, só está sendo possível graças a uma série de medidas fiscais e de enxugamento da máquina pública, além da atração de novos investimentos.

Tucuruí tem hoje 771 professores efetivos e mais de 800 contratados. São um total de 53 escolas, 10 delas já foram reformadas e 10 estão sendo reformadas. Foram compradas mais 11 mil carteiras escolares e sobre o transporte escolar, o prefeito disse que não existe frota própria na cidade, que esse é um custo alto por ser necessário terceirizar o serviço.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS