DOL Carajás
Notícias / Polícia
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Agressores são presos após descumprirem medidas protetivas

Os dois casos aconteceram nesta quinta-feira (28) em Marabá no sudeste paraense. Em casos distintos, um dos homens chegou a agredir a ex-companheira

sexta-feira, 29/07/2022, 11:15 - Atualizado em 29/07/2022, 11:15 - Autor: DOL Carajás

Google News

Os presos foram levados para a 21ª Seccional de Polícia
Os presos foram levados para a 21ª Seccional de Polícia | Michel Garcia

Pelo menos duas situações envolvendo descumprimento de medidas protetivas foram registradas nesta quinta-feira (28) em Marabá no sudeste paraense. Nos dois casos, os homens deveriam obedecer a ordem judicial de se manterem afastados de suas ex-companheiras.

O primeiro foi registrado por volta de 21h40 desta quinta quando Gabriel do Rego Lima havia agredido sua ex-companheira. De acordo com informações da Polícia Militar, a viatura de plantão foi acionada para atender uma ocorrência de "vias de fato em via pública" na rua Boa Esperança no bairro Nossa Senhora Aparecida. A mulher estava machucada com marcas de dedo no pescoço.

 

O primeiro foi registrado por volta de 21h40 desta quinta quando Gabriel do Rego Lima havia agredido sua ex-companheira
O primeiro foi registrado por volta de 21h40 desta quinta quando Gabriel do Rego Lima havia agredido sua ex-companheira | Divulgação
 

Ao chegarem ao local, a guarnição informou que uma discussão havia acaba de se encerrar e que a mulher havia declarado que havia sido agredida pelo ex. A guarnição investigando a situação, descobriu que havia uma Medida Protetiva de Urgência em desfavor de Gabriel do Rego Lima. Ele foi encaminhado para a 21ª Delegacia de Polícia Civil.

Veja também!

Carro perde o controle e capota em rodovia movimentada

Painel de santa fica intacto após fogo destruir carreta

Vanzeiro é morto com 15 tiros em estabelecimento comercial

O outro caso aconteceu também nesta quinta, por volta das 17h no Residencial Magalhães, núcleo São Félix. Segundo a guarnição da PM, a equipe foi acionada via rádio para atender um chamado de violência doméstica no local. Ao chegaram, viram Adevaldo Lima Lisboa saindo da residência e logo perceberam que ele estava com sinais de embriaguez. 

Verificaram também analisando os fatos que ele também estava descumprindo a medida protetiva que havia contra ele, além da suspeita de estar cometendo o crime previsto na lei "Henry do Borel" de violência contra a criança. Ele também foi encaminhado para a delegacia de polícia civil.

 

Adevaldo Lima Lisboa estava saindo da residência com sinais de embriaguez
Adevaldo Lima Lisboa estava saindo da residência com sinais de embriaguez | Divulgação
 

"Os agressores descumpriram a ordem judicial, procuraram as suas ex-companheiras, iniciaram uma discussão, que evoluiu para ameaça, e em um dos casos, agressões físicas", declarou o delegado Vinícius Cardoso, titular da superintendência de polícia da 10ª Risp Carajás.

"A polícia militar esteve nessas situações de pronto-emprego, efetuou as prisões em flagrante desses agressores e foram conduzidos à delegacia autuados em flagrante, ambos estão presos à disposição da justiça", explicou o delegado.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS