plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 25°
cotação atual R$


home
CURSO NA UNIFESSPA

Suspeito também fez prova do Enem no lugar de seu irmão

Terceira fase da Operação Passe Livre cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do suspeito nesta terça-feira (21). Ele teria feito a prova do Enem no lugar de seu próprio irmão para este ingressar em curso de Engenharia na Unifesspa

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia Suspeito também fez prova do Enem no lugar de seu irmão camera Terceira fase da Operação Passe Livre foi executada na manhã desta terça-feira (21) em Marabá | Divulgação/PF

As operações realizadas pela Polícia Federal têm conseguido desvendar uma cadeia de eventos que culminaram com o descobrimento de fraudes realizadas por um estudante, se fazendo passar por outras pessoas para conseguir a nota suficiente para ingressar em faculdades públicas, por meio do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem.

A Polícia Federal deflagrou em Marabá no sudeste paraense a Operação Passe Livre III, nesta terça-feira (21) para combate a fraudes ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O alvo do mandado de busca e apreensão é suspeito de fazer prova no lugar de outra pessoa, em 2022. Desta vez, a PF descobriu que o jovem fez a prova para seu próprio irmão obter a nota suficiente do Enem para ingressar em um curso da Universidade do Sul e Sudeste do Pará – Unifesspa para fazer o curso de Engenharia.

Na casa do jovem foi apreendido um aparelho celular, que ele jogou pela janela do banheiro ao perceber a chegada da equipe policial. O aparelho será analisado para esclarecer o caso e verificar se há outras fraudes semelhantes. As investigações seguem em andamento.

Conteúdo Relacionado:

O alvo, investigado desde a Operação Passe Livre I, foi beneficiado com a aprovação fraudulenta no Enem 2022 e ingresso irregular no curso de medicina da Uepa. Ele realizou a prova no lugar do seu irmão, conseguindo a aprovação no Enem 2022 e ingresso ilegítimo no curso de Engenharia na Unifesspa. A descoberta foi por acaso, a partir da análise de documentos e eletrônicos apreendidos na primeira fase da operação, em fevereiro.

Na deflagração da primeira fase operação, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, mas ninguém havia sido preso. Por sua vez, na deflagração da segunda fase, um dos investigados foi preso preventivamente, sendo colocado em liberdade provisória mais tarde, tendo em vista oferecimento e recebimento da denúncia pela Justiça Federal.

Na casa do jovem foi apreendido um aparelho celular, que ele jogou pela janela do banheiro ao perceber a chegada da equipe policial.
📷 Na casa do jovem foi apreendido um aparelho celular, que ele jogou pela janela do banheiro ao perceber a chegada da equipe policial. |Divulgação/PF

Se confirmada a hipótese criminal os investigados poderão responder pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documento falso, estelionato com causa de aumento de pena, entre outros.

A fase I dessa operação foi deflagrada em 16 de fevereiro de 2024, também em Marabá. Na ação, foram apreendidos aparelhos celulares, provas do Enem de 2019 a 2023 e manuscritos. A suspeita é que o investigado que teria realizado as provas falsificou a assinatura no dia da realização do Enem, além de usar documentos falsos. Os três investigados negam as acusações.

O estudante André Ataide, de 23 anos, é o principal alvo da investigação. Ele foi quem teria realizado as provas no lugar dos outros dois suspeitos.

Segundo a Polícia Federal, ele teria realizado a prova para um parente, em 2022; e para um amigo de longa data, em 2023. André teria falsificado a assinatura ao assinar as provas do Enem.

O jovem é estudante de medicina da Universidade do Estado Pará (UEPA) no campus de Marabá, no sudeste do Pará, e está no quinto período do curso. Ele tem bom histórico escolar de notas. (Com informações da Polícia Federal em Marabá)

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em Polícia

    Leia mais notícias de Polícia. Clique aqui!

    Últimas Notícias