Diário Online
"HETEROFOBIA EXISTE, SIM"

"Não é só gay que morre": Casal Sorvetão repete polêmica

O cantor Conrado, que foi sucesso nos anos 1980, apareceu novamente em live ao lado da esposa, a ex-paquita Andréa Sorvertão, falando sobre violência contra a comunidade LGBTQIA+.

quarta-feira, 21/07/2021, 18:36 - Atualizado em 21/07/2021, 18:36 - Autor: COM INFORMAÇÕES EM OFF.COM


Imagem ilustrativa da notícia: "Não é só gay que morre": Casal Sorvetão repete polêmica
| REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O cantor Conrado voltou a causar polêmica nas redes sociais essa semana ao opinar sobre a violência no Brasil e no mundo durante uma live com sua mulher, a ex-paquita Andréa Sorvetão. As declarações do artista gerou discussão e dividiu opiniões nas redes sociais.

A live do casal ocorreu na noite desta segunda-feira (19), na ocasião, Conrado afirmou que acredita na existência e um comportamento “heterofóbico”, que seria um preconceito contra pessoas heterossexuais.

VEJA TAMBÉM!


“Você sabia quantas mulheres morrem por abuso sexual, violência…? Quantas mulheres e crianças morrem por abuso sexual e violência? Quantos cristãos morrem por pregar a palavra de Deus? Trezentos mil no mundo todo. Morre gente pra caramba, não é só gay, não”, disparou ele.

Em seguida, o cantor ainda voltou a reafirmar acreditar que existe “heterofobia”, arrancando gargalhadas de Sorvetão: “Heterofobia eu tô vendo que existe, sim!”, falou. O comentário, é claro ganhou apoio e críticas de fãs e seguidores nas redes.


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS