Diário Online
ACIDENTE RODRIGO MUSSI

SP: motorista foi imprudente e estava em jornada excessiva

A Polícia Civil também informou que o motorista não foi indiciado porque lesão corporal culposa é considerado um crime de menor potencial ofensivo.

quarta-feira, 04/05/2022, 17:54 - Atualizado em 04/05/2022, 18:05 - Autor: Redação DOL

Google News

O motorista foi autuado no 51º Distrito Policial (DP), Rio Pequeno, por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor
O motorista foi autuado no 51º Distrito Policial (DP), Rio Pequeno, por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor | Divulgação

Jornada de trabalho excessiva está entre as principais causas de acidente no trânsito, além de aumentar até 35%  o risco de morte por acidente vascular cerebral (AVC) e por doenças cardíacas, em 17%. Os dados são da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da organização Internacional do Trabalho (OIT) com dados colhidos de 190 países. 

Leia mais

Após 20 dias internado, ex-BBB Rodrigo Mussi deixa UTI 

Rodrigo inicia terapia e está ciente de acidente, diz irmão

A Polícia Civil de São Paulo concluiu o inquérito que apurava o acidente de trânsito envolvendo o ex-BBB Rodrigo Mussi no dia 31 de março.

Segundo o delegado Júlio César dos Santos Geraldo, o motorista de aplicativo Kaique Reis, de 24 anos, foi imprudente, e, apontou excesso de jornada de trabalho não fiscalizada pelo aplicativo. Segundo a polícia, durante vários dias o motorista cumpriu longas jornadas de trabalho.

A PC também informou que o motorista não foi indiciado porque lesão corporal culposa é considerado um crime de menor potencial ofensivo. Kaique confessou que dormiu ao volante antes de colidir com o caminhão. Na noite do acidente, o jovem foi ouvido pela polícia e logo em seguida foi liberado.

O motorista foi autuado no 51º Distrito Policial (DP), Rio Pequeno, por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor (quando não há a intenção de causar o acidente) e vai responder ao crime em liberdade. O processo já está na justiça e o Ministério Público deve se manifestar.

 Veja o momento exato do acidente:

 


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS