plus
plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Edição do Dia
Previsão do Tempo 36°
cotação atual R$


home
HORROR RELIGIOSO

Um mergulho no horror religioso e psicológico

A editora Mino apresenta um lançamento que mergulha profundamente no subgênero do horror religioso

twitter Google News
Imagem ilustrativa da notícia Um mergulho no horror religioso e psicológico camera "A Filha do Homem" não se contenta em apenas assustar; ela convida à reflexão, questionando os limites da fé e os segredos que cada indivíduo carrega. | Emerson Coe

Em "A Filha do Homem", os quadrinistas Alcimar Frazão, João Azeitona e Paulo Santos se unem para criar uma narrativa intensa e perturbadora que mescla terror psicológico e sobrenatural com contornos religiosos. A trama se desenrola em uma pequena comunidade abalada por eventos misteriosos e sombrios: um pastor atormentado pelo passado começa a exibir sinais visíveis de distúrbios, uma criança milagrosa e anormal desafia as estruturas da comunidade, e uma paróquia construída sobre as ruínas de uma tragédia esconde segredos aterradores.

A editora Mino apresenta um lançamento que mergulha profundamente no subgênero do horror religioso, explorando temas como fé, culpa, redenção e a luta eterna entre o bem e o mal.


quote icon

Deus, pai desses homens todos, nos condenou a viver no meio de seus filhos. E como são malignos, fazendo a sua obra. Teremos força para devolver essa maldição?

A Filha do Homem,
quote icon

Logo de início, a narrativa prende o leitor com sua atmosfera densa e envolvente. O texto de abertura, “Deus, pai desses homens todos, nos condenou a viver no meio de seus filhos. E como são malignos, fazendo a sua obra. Teremos força para devolver essa maldição?”, prepara o terreno para uma história carregada de tensão e mistério. A figura do pastor, central na trama, é retratada com uma complexidade psicológica que expõe suas fragilidades e tormentos, refletindo sobre o peso do passado e os limites da fé.

CONTEÚDO RELACIONADO:

A introdução de uma criança milagrosa, que abala a comunidade com sua presença anormal, adiciona um elemento de inquietação e suspense. A paróquia, construída sobre os resquícios de uma tragédia, serve como um símbolo poderoso dos segredos sombrios e das histórias não contadas que permeiam a vida dos personagens. A ambientação é cuidadosamente detalhada, e os segredos sombrios que ela guarda são revelados de forma magistral, mantendo o leitor em constante estado de apreensão.

Os quadrinhos em preto e branco de "A Filha do Homem" são uma escolha estética que amplifica o tom sombrio da narrativa. O contraste entre luz e sombra, habilmente utilizado pelos artistas, destaca os momentos de maior tensão e horror, enquanto os detalhes minuciosos nas expressões faciais e nos cenários enriquecem a experiência visual e emocional do leitor.

A colaboração entre Frazão, Azeitona e Santos é evidentemente harmoniosa, resultando em uma obra coesa que aborda questões profundas sobre a natureza humana e suas crenças. "A Filha do Homem" não se contenta em apenas assustar; ela convida à reflexão, questionando os limites da fé e os segredos que cada indivíduo carrega.

Quer mais notícias de Entretenimento? Acesse nosso canal no WhatsApp.

Em suma, "A Filha do Homem" oferece uma narrativa rica em simbolismo e tensão, que certamente deixará uma impressão duradoura.

Serviço:

Título: A Filha do Homem

Autores: Alcimar Frazão, João Azeitona, Paulo Santos

Data de Lançamento: Junho/2024

Editora: Mino

Acabamento: Brochura, Preto e Branco

Formato: 19 x 27 cm

Número de páginas: 88

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

    Mais em HQPOP

    Leia mais notícias de HQPOP. Clique aqui!

    Últimas Notícias