Diário Online
MÚSICA

Segunda-feira com samba de Binho Sá em Ananindeua

Cantor e compositor carioca promete sucessos e samba envolvente

segunda-feira, 07/03/2022, 12:17 - Atualizado em 07/03/2022, 12:17 - Autor: Michele Daniel/Diário do Pará

Google News

Binho Sá é um dos maiores nomes do samba carioca.
Binho Sá é um dos maiores nomes do samba carioca. | Divulgação

Ananindeua vai receber nesta segunda-feira (7), Binho Sá, um dos maiores nomes do samba carioca. Ele que é um dos principais intérpretes e compositores de samba do Rio de Janeiro, se apresenta em uma grande festa de inauguração do pub Tô em Casa, no Conjunto Cidade Nova 6, a partir das 14h. Fazem parte ainda da programação os artistas locais Cleyton e Cia e Carlinhos Macarrão.

“A expectativa para esse show é a melhor possível, do povo junto. O que não pode faltar no repertório é muito samba envolvente. Músicas minhas que me consagraram por esse Brasil dentre vários outros sucessos que a gente vem conquistando ao longo da trajetória. Vai ser uma segunda-feira inesquecível, com muita alegria, quero todo mundo participando. Belém vai curtir um samba como nunca. O povo vai cantar junto e a noite vai ser linda”, promete o sambista.

Binho foi forjado em rodas de samba raiz e é conhecido pela voz marcante e pelas várias composições de sucesso, sendo referência no ritmo. Ele trabalha com música há mais de 15 anos, e atualmente integra o grupo Vou Pro Sereno. Binho Sá é compositor também de letras de grandes sambas como “Samba da Massa”, “Lá vai Malaquias”, “Nêga da Feira”, “Tô Mec” e “Tô Jacarepaguá” entre outros que fazem grandes sucesso.

Rock e bazar fortalecem mulheres na cena do rock em Santarém

Juliette Freire anuncia turnê pelo Brasil; confira datas!

O compositor carioca, tem grandes sucessos na voz de cantores como Xande de Pilares, Vou Pro Sereno e Galocantô. É autor do samba “Pão que Alimenta”, juntamente com Edson Cortes e Wantuir Cardeal, samba imortalizado na voz de grandes cantores e considerado hino em todas as grandes rodas do Rio de Janeiro e pelo Brasil.

Consagrou-se a partir de fortes influências como Carlos Cachaça, Claudionor, Guará, Bandeira Brasil, Edson Cortes (Dinho), Renatinho Partideiro, Paulinho Ciganerey e outros. O artista já fez parte do Grupo de Harmonia da Beija Flor de Nilópolis, junto ao mestre Laíla, importante carnavalesco. Binho fundou o Grupo Barraco de Pau, oriundo das rodas de samba raiz, e onde foi cantor principal.

Nos anos 1990, também foi um dos coordenadores do Projeto Batukerê (Oficina de Música e Artes) no Engenho da Rainha, fundado por Edson Cortes e Jorge Luís Batista Andrade. Ainda no movimento de rodas no Rio, se tornou integrante do Samba das Rosalinas, Pai Benedito no Sereno, Batuque, Samba D’Coroas, Pau Puro Só, tardezinha de Vista Alegre e outras rodas.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS