Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
RETROSPECTIVA 2021

Esporte amador dribla a pandemia e brilha no Pará

Série especial do DOL revela grandes momentos daqueles que amam o esporte em diversas modalidades.

quarta-feira, 29/12/2021, 16:57 - Atualizado em 29/12/2021, 16:57 - Autor: Diego Beckman/DOL

Google News

Esporte amador teve sua retomada após paralisar quase tudo em 2020
Esporte amador teve sua retomada após paralisar quase tudo em 2020 | Divulgação / DOL

O esporte paraense teve um recomeço especial na temporada e isso merece  atenção e reconhecimento após uma série de mudanças devido à pandemia da covid-19.

As competições que foram destaque no esporte amador são destaque da segunda reportagem especial do DOL, a retrospectiva 2021 do esporte.

Tributo aos esportistas abre Retrospectiva 2021

Desde o momento em que a vacina contra a covid-19 chegou ao Pará, o esporte abriu a esperança em voltar a realizar competições após o cancelamento de eventos em 2020 devido ao coronavírus.

Alguns buscaram no mundo virtual a fuga para manter atletas em ação: o caso mais recente foi do karatê e judô. Nas duas modalidades, as competições de cunho nacional foram realidades em frente a uma tela de computador, com atletas buscando títulos dentro de suas próprias casas.

Outros esportes voltaram com o tempo e o Paysandu se mostrou absoluto: o time bicolor se deu bem no basquete adulto, ao ser campeão paraense com uma virada espetacular sobre o Remo. Na regata, o Lobo também mostrou força e levou o caneco nas águas.

O esporte teve a retomada também nas pistas com o Campeonato Paraense de Kart e as disputas envolvendo Augusto Santin, bicampeão da Fórmula Vee, e Vinny Azevedo, na Mercedes Benz Challenge, além de um dos mais tradicionais eventos esportivos do Pará: O Rally do Sol voltou a ser disputado com ampla cobertura do grupo RBA.

Este ano, o Pará teve representantes nas Olimpíadas de Tóquio: Rogério Moraes, atleta do handebol e Lucas Mazzo, da Marcha Atlética levaram o estado para o outro lado do mundo, em um ano que perdemos o atleta Ian Matos, que levou o Pará para as Olimpíadas do Rio.

Ainda tivemos muitas alegrias com Parazinho e Bruna Lima, os dois atletas trouxeram medalhas das Paraolimpíadas de Tóquio.

A série continua na quinta-feira (30) com a Retrospectiva envolvendo as personalidades esportivas do Pará em 2021 e também sobre o Pará no UFC.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS