Diário Online
Esporte / Esporte Pará
E AGORA?

Presidente nega acerto de Victor Andrade com o Paysandu

De acordo com Mauricio Ettinger, em nenhum momento Papão demostrou interesse na contratação de atacante que teve saída conturbada do Clube do Remo. Em contato com o DOL, empresário do atleta também nega a negociação.

domingo, 02/01/2022, 17:28 - Atualizado em 02/01/2022, 17:33 - Autor: Magno Fernandes


Destino de Victor Andrade, ex-jogador do Clube do Remo deve ser o futebol do exterior.
Destino de Victor Andrade, ex-jogador do Clube do Remo deve ser o futebol do exterior. | Samara Miranda/Remo

A diretoria do Paysandu segue com seu planejamento para iniciar com êxito na temporada de 2022. O clube se mostra bastante ativo nesta janela de transferências, com 14 contratações para as próximas competições. Formando mais de uma equipe titular com os novos jogadores, a torcida tem se perguntado se outros jogadores irão ser anunciados. Entre tantos especulados, o mais recente nome que veio a tona no mercado da bola, foi o do atacante Victor Andrade, que em 2021 esteve atuando no Clube do Remo. 

Entre os tantos já anunciados pelo Papão, o último atleta que foi confirmado pelo time bicolor foi o lateral-direito Igor Carvalho, que estava no Manaus. No entanto, na manhã deste domingo (2), o nome de Victor Andrade teria sido vinculado a uma possível negociação com o Time de Suíço. Em contato com a reportagem, o presidente Mauricio Ettinger reiterou a informação já divulgada pelo DOL de que novas contratações só irão ser oficializadas de acordo com as necessidades no elenco, conforme a pedida do técnico Márcio Fernandes. Por outro lado, o empresário do atleta, Fabiano Alves, também negou a possibilidade de ida do atleta para o clube bicolor.

Contratado para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, Victor Andrade saiu de forma conturbada do Clube do Remo após a partida disputada contra o Vasco da Gama-RJ, pela penúltima rodada da competição nacional, no estádio São Januário, no Rio de Janeiro, no qual foi expulso nos minutos finais do jogo. A expulsão contribuiu para que o time azulino caísse de rendimento e sofresse o empate por 2 x 2., que aumentou ainda mais as chances de rebaixamento da equipe para a Série C, ocorrida na rodada seguinte no confronto diante do Confiança-SE, em Belém, pelo placar de 0 x 0, no Estádio Baenão.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS