Diário Online
Esporte / Esporte Pará
PAYSANDU

Serginho recomeça com gols e dedica à mãe e à esposa

Após a goleada de 4 x 1 do Paysandu contra o Botafogo-SP, o meio-campista Serginho também destacou sua rápida recuperação da lesão que o tirou dos outros jogos da Série C.

segunda-feira, 09/05/2022, 18:24 - Atualizado em 09/05/2022, 18:23 - Autor: Magno Fernandes

Google News

Meia Serginho, autor de dois gols do Paysandu contra o Botafogo-SP
Meia Serginho, autor de dois gols do Paysandu contra o Botafogo-SP | John Wesley/Paysandu

A goleada aplicada no Botafogo de Ribeirão Preto-SP deixou os torcedores bicolores com famoso "sorriso de orelha a orelha". A propósito, entre os atletas que estiveram em campo pelo Paysandu, um teve motivos de sobra para comemorar ainda mais a vitória que manteve a invencibilidade da equipe na Série C.

Os três pontos conquistados no último domingo (8), em função do 4 x 1 contra o Botafogo-SP, no estádio da Curuzu, pela 5ª rodada da Terceirona do Brasil, seguem sendo comemorados pelo Paysandu. De modo especial, o meia Serginho, que fez seu primeiro jogo na Série C, após contusão ainda na final do Parazão, comemorou os dois gols marcados, no qual fez dedicação especial.

LEIA TAMBÉM: 

Paysandu atropela o Botafogo-SP e volta ao G-8 da Série C

Fernandes destaca letalidade do Paysandu contra o Botafogo-SP

"Queria muito logo estrear, mas acabei de me machucar antes da estreia, mas eu me recuperei bem rápido junto com o pessoal da Fisioterapia que fez um bom trabalho, e logo consegui voltar, pois estava com sede de jogar. E, no Dia das Mães, fazer dois gols, um presente pra minha mãe e pra minha esposa. Faltou só da minha sogra, que está em Belém, mas a vitória foi pra ela também", disse.

Conforme o diagnóstico apresentado pelo médico do Paysandu, doutor Edilson Andrade, Serginho sofreu um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda. Já totalmente recuperado da lesão, ele foi decisivo para que o time pudesse sair com a vitória. De acordo com o meia, o resultado precisa ser muito exaltado pela forma como o time se postou e pela superioridade apresentada na etapa final.

Após goleada, Márcio Fernandes se emociona ao falar de sua mãe

"Estou muito feliz, pois nosso time vem trabalhando muito e estamos muito forte, cabeça boa, agora temos que enaltecer bastante essa vitória, pois estamos agora entre os primeiros e temos que comemorar. O nosso time joga pra frente, mas tem horas que a bola vai passar, não vai entrar. Nós conversamos no intervalo, sabíamos que poderíamos fazer mais gols e foi isso que aconteceu", revelou.

Desde sua chegada ao Papão, no final do mês de fevereiro deste ano, Serginho já disputou oito jogos com a camisa bicolor, no qual já fez três gols (1 contra o Águia, na semifinal do Parazão e 2 diante do Botafogo-SP, na Série C). Em meio a esse período, o meio-campista fez uma avaliação sobre a união que há no grupo de atletas do Paysandu, que segundo ele, esse tem sido o diferencial na busca pelas vitórias.

Paysandu faz zoeira após gol de Marlon: "fala dele agora"

Nosso grupo é muito unido, muito fechado. Galera cabeça boa que está pensando em um só objetivo, então quem joga não só os onze, é todo um grupo. Então a gente tá jogando, quem entra e quem sai faz o mesmo trabalho, os que estão no banco também estão fazendo o trabalho deles também e isso é o que importa. Quem ganha não são os onze, é todo um grupo, e essa é a nossa vantagem", finalizou.


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS