Diário Online
Esporte / Esporte Pará
BORA, PAPÃO!

Paysandu precisa vencer para se aproximar da classificação

Paysandu e Figueirense se encontram na noite de hoje com o objetivo de avançarem na competição. Se o Papão ganhar, praticamente garante vaga na próxima fase da Série C.

segunda-feira, 25/07/2022, 08:51 - Atualizado em 25/07/2022, 08:51 - Autor: Nildo Lima

Google News

Imagem ilustrativa da notícia: Paysandu precisa vencer para se aproximar da classificação
| John Wesley/Paysandu

Faltando quatro rodadas para o final da fase inicial da Série C do Brasileiro, Paysandu e Figueirense-SC se enfrentam, hoje, na Curuzu, pela 16ª rodada do campeonato, buscando pavimentar as suas classificações à fase de grupos da competição, quando serão definidos os quatro clubes com acesso à Série B de 2023. As equipes, até antes do início da rodada, no último sábado, ocupavam as primeiras posições no G8, com boas chances de avançarem na disputa. Um triunfo no confronto das 18 horas representa praticamente a garantia de continuidade de Papão e Figueira na sequência da disputa nacional.

O Paysandu entra em campo em busca de sua reabilitação no campeonato, visto que caiu diante do Vitória-BA, por 1 a 0, na rodada passada, num tremendo cochilo do time, que poderia ter voltado de Salvador, na Bahia, com ao menos um ponto. Já o Figueirense vem a Belém disposto a surpreender os donos da casa e, assim, aumentar para três a sequência de jogos do time com vitória, após ter derrotado o Campinense-PB (4 a 0) e o Botafogo-SP (2 a 1).

PROJEÇÕES

As projeções matemáticas garantem boas possibilidades das equipes assegurarem vaga na segunda etapa da competição.

De acordo com o site Chance de Gol, o Paysandu, que até o começo da rodada era o 3º colocado, com 26 pontos, tem 97% de probabilidade de avançar na disputa. Já o Figueira, 5º colocado, reúne 84% de chance de assegurar uma das oito vagas na próxima fase. O Papão tem a seu favor o fato de jogar em casa, empurrado por sua inflamada torcida, que tem, como manda a tradição, como 12º jogador. Mas, o adversário bicolor vem a Belém consciente de que além de superar o adversário em campo precisa ter tranquilidade para evitar a pressão das arquibancadas.


“Vai ser um jogo bastante difícil. A gente sabe da força do Paysandu, ainda mais em se tratando do fato de o jogo ser na casa deles, mas a gente vai para impor o nosso ritmo”, declarou o zagueiro Luís Fernando. Entre os bicolores, a ordem é tirar como lição a derrota na capital baiana para evitar uma surpresa desagradável dentro do reduto do time. “Teremos um adversário muito qualificado pela frente, então é preciso atenção total”, alertou o lateral-esquerdo João Paulo, que substitui Patrick Brey, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Outro desfalque no Papão é o meia João Vieira, também suspenso pelo terceiro amarelo. Para compensar a ausência dos dois titulares, o técnico Márcio Fernandes tem o retorno de três peças importantes em sua equipe: o zagueiro de área Genilson, o volante Mikael e o meia José Aldo, todos livres de suspensões.

Figueirense quer engatar a terceira vitória seguida

Motivação é o que não falta ao Figueirense para encarar o Papão no reduto do adversário, o “Caldeirão” da Curuzu, que hoje, mais uma vez, deve voltar a ferver, com a Fiel lotando os setores de arquibancada e cadeiras, para empurrar o seu time do começo ao fim da partida. O Figueira desembarcou em Belém com uma sequência de duas vitórias, que deixaram o time na 5ª colocação (até o início da rodada) e com boas chances de chegar, ao término da 16ª rodada, na vice-liderança da Série C do Brasileiro.

Para que a equipe retorne para Florianópolis ainda mais próxima da vaga na segunda fase do campeonato, o zagueiro Luís Fernando recomenda que o time mantenha a sua maneira de atuar.


“Não devemos mudar o nosso estilo de jogo porque se chamarmos o Paysandu para cima, teremos dificuldade”, afirmou o defensor, ainda em Floripa, antes do embarque da delegação alvinegra rumo a Belém. “Creio que temos tudo para fazermos um grande jogo”, complementou Luís Fernando, feliz pelo momento vivido pelo Figueira, após alguns altos e baixos no campeonato. “Graças a Deus a fase ruim já passou”, concluiu o jogador.

De acordo com o site Chance de Gol, o time catarinense reúne 44.9% de possibilidade de vencer a partida e 25.1% de empatar o jogo, o que não chega a ser tão ruim, embora atrapalhe o sonho da vice-liderança.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS