Notícias / Notícias Brasil
PROTESTO

Prostitutas paralisam e pedem prioridade em vacinação

Elas pedem para que sejam incluídas nos grupos prioritários de imunização

sábado, 03/04/2021, 10:12 - Atualizado em 03/04/2021, 10:12 - Autor: Redação


Imagem ilustrativa da notícia: Prostitutas paralisam e pedem prioridade em vacinação
| Reprodução

Quase duas mil prostitutas decidiram parar suas atividades em protesto para que sejam incluídas no grupo prioritário para vacinação contra a Covid-19. Cerca de duas mil profissionais aderiram a paralização, alegando que estão se arriscando nas ruas para trabalhar. O caso ocorreu em Belo Horizonte, Minas Gerais. 

As profissionais destacam que a imunização é fundamental para que elas possam voltar ao trabalho com segurança. Elas também alegam que não estão tendo nenhum tipo de ajuda ou benefício, o que tem tornado a situação da categoria ainda mais difícil. 

A capital mineira está em bandeiramento roxo, o que fez com que os hotéis da cidade fossem fechados, deixando mais de três mil mulheres cis e trans sem uma atividade.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS