Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
22°
cotação atual R$
VOTAÇÃO VAI A PLENÁRIO

PEC do voto impresso é rejeitada em Comissão da Câmara

Base governista foi derrotada em votação; parecer contrário à PEC será analisado pelos 513 deputados.

quinta-feira, 05/08/2021, 22:17 - Atualizado em 05/08/2021, 22:17 - Autor: Fonte: Agência Câmara de Notícias

Google News

Plenário poderá apreciar a PEC, informou Arthur Lira
Plenário poderá apreciar a PEC, informou Arthur Lira | Reprodução

A polêmica envolvendo a impressão dos votos no Brasil vem ganhando a cada dia seus capítulos. Após as inúmeras acusações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro, sem provas, de que o processo eletrônico é fraudulento, o assunto é um dos mais atuais.

Apesar das constantes insistências por parte do chefe do executivo, a comissão especial da Câmara dos Deputados votou sobre a Proposta de Emenda à Constituição PEC 135/19, que torna obrigatório o voto impresso e rejeitou, nesta quinta-feira (5), o substitutivo apresentado pelo relator, deputado Filipe Barros (PSL-PR). Foram 23 votos contrários ao parecer, ante 11 votos favoráveis.

Por indicação do presidente da comissão especial, deputado Paulo Eduardo Martins (PSC-PR), o parecer vencedor será elaborado pelo deputado Júnior Mano (PL-CE) e deverá ser apreciado em nova reunião do colegiado nesta sexta-feira (6), às 18 horas.

LEIA TAMBÉM!

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou hoje mais cedo que a PEC do voto impresso poderá ser retomado pelo Plenário, mesmo depois da derrota no colegiado.

“Comissões especiais não são terminativas, são opinativas, então sugerem o texto, mas qualquer recurso ao Plenário pode ser feito”, explicou. 

A pauta é defendida pelo presidente Jair Bolsonaro, que, após quase três décadas sendo eleito, junto com seus filhos, através da urna eletrônica, vem levantando suspeitas sobre o modelo digital.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS