Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
COLECIONÁVEIS

De ouro, moedas das Olimpíadas do Rio valorizam 300%

Ao todo foram 36 modelos feitos para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016.

quarta-feira, 01/09/2021, 12:16 - Atualizado em 01/09/2021, 12:16 - Autor: ( com informação do IG )


Com o passar do tempo, material está se valorizando ainda mais
Com o passar do tempo, material está se valorizando ainda mais | Foto: Reprodução / Enjoei

A jornada esportiva com Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tokyo já está chegando ao fim, porém, ainda dá para os brasileiros viverem as emoções do evento esportivo. Mais que isso até mesmo um dinheirinho por causa de um objeto lançado a cerca de cinco anos.

Trata-se do engajamento que as moedas colecionáveis dos Jogos Olímpicos da Rio 2016 tiveram recentemente, graças ao evento na Ásia, e começaram a valer muito dinheiro.

Notas raras de 50 reais podem valer até 4 mil; saiba mais!

Mega-Sena sorteia prêmio acumulado em R$ 28 milhões

Na época, o Banco Central  emitiu 36 modelos de moedas personalizadas em homenagem à cidade e aos esportes. Das mais de 320 milhões enviadas para o mercado, apenas 164.500 seguem em circulação até hoje. 

Por conta disso, alguns modelos tiveram uma valorização de 300%. A moeda do Salto com Vara, por exemplo, só teve tiragem de cinco mil unidades. Hoje a moeda pode ser encontrada valendo R$ 3.700 no Mercado Livre. 

É OURO?

Um dos motivos da valorização é o produto com que as peças foram produzidas, as moedas têm em sua composição até 900/1000 de ouro. Contudo, nem todas são formadas apenas com tal material.

De acordo com informações do site collectgram, 4 moedas são de ouro para colecionadores; 16 moedas de prata para colecionadores e outras 16 moedas bimetálicas de circulação comum.

Outros sites apontam maior ou menor valorização do níquel olímpico já que na numismática dos colecionadores elas não têm valor financeiro estimável.

Para saber quanto estão pagando são vários os sites em que é possível saber onde e como através de uma pesquisa do Google.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS