Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
RACISMO

Cliente diz que não gosta de entregadores "pretos ou pardos"

Mais um episódio lamentável de racismo revoltou a web. Desta vez, um cliente em Goiânia, em Goiás, ousou tentar escolher a "cor" do entregador. Queria um branco por não "gostar" de negros ou pardos. A polícia investiga o episódio.

sábado, 05/03/2022, 17:03 - Atualizado em 05/03/2022, 17:03 - Autor: Com informações de Metropoles

Google News

Imagem ilustrativa da notícia Cliente diz que não gosta de entregadores "pretos ou pardos"
| Reprodução

Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional é crime e tem pena previstas no código penal brasileiro de um a três anos de reclusão e multa.

Uma observação criminosa feita em um aplicativo de delivery de comida causou revolta a dona de uma doceria de Goiânia, capital do estado de Goiás. Na descrição racista, o cliente especificou a cor da pele do entregador. “Por favor, mandem um entregador branco, não gosto de pretos nem pardos”.

LEIA TAMBÉM:

Família se queima em acidente com botijão de gás

Bancos promovem mutirão para renegociação de dívidas

O caso ocorreu na última quinta-feira (3) e deve ser investigado pelo Grupo Especializado no Atendimento às Vítimas de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Geacri) da Polícia Civil de Goiás, mesmo ainda sem uma denúncia formal.

Através de nota, o iFood informou que “repudia qualquer ato de discriminação” e que irá “iniciar um processo de investigação interno para que as devidas providências sejam tomadas, incluindo o descadastramento do cliente”.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS