Notícias / Marabá
INVESTIGAÇÃO

Morte de ex-vereador do PT em Anapu foi crime de encomenda; dois foram presos

Crime ocorreu em 9 dezembro de 2019; vítima foi assassinada na frente do filho.

quinta-feira, 21/01/2021, 10:36 - Atualizado em 21/01/2021, 11:13 - Autor: Com informações do Ver-O-Fato


Paulo Anacleto, 51 anos, foi assassinado na praça.
Paulo Anacleto, 51 anos, foi assassinado na praça. | Reprodução

Após investigação da Polícia Civil foi constatado que o assassinato do ex-vereador do PT e conselheiro tutelar de Anapu, Paulo Anacleto, teve motivação política e foi por encomenda, segundo apurou a Polícia Civil local.

Um terceiro envolvido está foragido da justiça. Ele responderá pela execução do crime.

O crime ocorreu em 9 dezembro de 2019. Paulo Anacleto, 51 anos, foi assassinado na praça do centro da cidade.

Dois acusados de serem mandantes do crime foram presos em Anapu e Marabá, nesta quarta-feira (20).

A operação para a prisão dele começou com cumprimento de mandados de prisão preventiva nos municípios de Anapu, na Região do Xingu, e Marabá, na Região Carajás, sudeste paraense.

As testemunhas disseram à polícia que a vítima estava em um carro quando uma dupla armada, que usava uma motocicleta, disparou diversas vezes. Paulo Anacleto morreu na frente do filho.

Na investigação, além dos mandando de busca e apreensão domiciliar, ocorreu ainda interceptação telefônica e quebra do sigilo de dados telefônicos.

Diante dos fatos, a Polícia Civil indiciou e representou a prisão preventiva de três criminosos, entre eles, um homem que foi titular da Secretaria de Administração na gestão anterior, e outro vereador que foi presidente da Câmara dos Vereadores do município de Anapu. Eles são apontados como mandantes do crime.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS