Diário Online
Notícias / Mundo-Notícias
INVESTIGAÇÕES

Caixa-preta de avião que caiu na China é encontrada

O avião caiu em um ângulo quase vertical e perdeu 8 km de altitude em menos de dois minutos em circunstâncias que ainda intrigam especialistas.

quarta-feira, 23/03/2022, 09:07 - Atualizado em 23/03/2022, 09:09 - Autor: FOLHAPRESS

Google News

Imagem ilustrativa da notícia: Caixa-preta de avião que caiu na China é encontrada
| Reprodução

Uma caixa-preta do Boeing 737-800 que caiu na China com 132 pessoas a bordo foi recuperada, anunciou nesta quarta-feira (23) a Administração da Aviação Civil da China (CAAC), órgão que regula o setor no país.

"Encontramos uma caixa-preta no local, mas ela foi severamente danificada do lado de fora, então a equipe de investigação na linha de frente ainda está verificando se é o gravador de dados de voo ou o gravador de voz da cabine", disse Mao Yanfeng. chefe de investigação de aeronaves da CAAC.

Pouco antes de anunciar o achado que pode ajudar a esclarecer em que circunstâncias se deu a queda da aeronave, a entidade disse ter interrompido as buscas por possíveis sobreviventes devido às fortes chuvas na região. Desde poucas horas após a tragédia, porém, é baixíssima a expectativa dos serviços de emergência de encontrar algum dos passageiros ou tripulantes com vida.

Avião que caiu na China despencou quase 8 mil metros em 2 minutos

Queda de avião na China: buscas por sobreviventes continuam

"É possível que aconteçam pequenos deslizamentos de terra", afirmou um repórter da emissora estatal chinesa CCTV, acrescentando que ainda era possível sentir o cheiro de querosene no local.

O avião da companhia aérea China Eastern Airlines havia partido da cidade de Kunming com destino a Guangzhou. Centenas de bombeiros, militares, médicos e voluntários foram mobilizados para buscar vestígios dos passageiros, de seus pertences, e as caixas-pretas.

A possível confirmação das mortes de todos os 123 passageiros e nove integrantes da tripulação transformaria este no pior acidente de avião desde 1994 na China, onde a segurança aérea é considerada muito boa por especialistas. De acordo com a CAAC, todas as pessoas a bordo eram cidadãos chineses.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS