Diário Online
Notícias / Notícias Pará
RÉU CONFESSO

Acusado de matar e enterrar mulher em quintal é condenado

O corpo da vítima foi achado em janeiro de 2021 em uma cova rasa em Ananindeua. Lucas Charles Corrêa Brandão, companheiro da vítima, confessou o assassinato.

terça-feira, 11/01/2022, 15:32 - Atualizado em 11/01/2022, 17:13 - Autor: Com informações de Sancha Luna/RBATV


Imagem ilustrativa da notícia: Acusado de matar e enterrar mulher em quintal é condenado
|

O crime chocou familiares e amigos da Maria lúcia Mascarenhas dos Santos, morta aos 34 anos. Ela, que trabalhava como empregada doméstica, foi assassinada em dezembro de 2020, mas o corpo só foi encontrado nos primeiros dias de 2021. 

Homem confessa que matou e enterrou o corpo da esposa em Ananindeua

O corpo da vítima foi encontrado em uma cova rasa, em estado de decomposição, no quintal de uma casa no bairro 40 Horas, em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém.

O principal acusado de cometer o crime é Luan Charles Corre Brandão. Eles mantinham um relacionamento há pouco mais de um ano quando aconteceu o crime. Após o corpo ser achado, ele foi preso e confessou o crime.    

Maria Lúcia foi morta e enterrada em um quintal de uma casa no bairro do 40 horas: Lucas Charles confessou o crime.
Maria Lúcia foi morta e enterrada em um quintal de uma casa no bairro do 40 horas: Lucas Charles confessou o crime. | Reprodução
  

Nesta terça-feira (11), ocorreu o julgamento de Luan Brandão na Vara do Tribunal de Júri de Ananindeua e foi presidido pela juíza Fabiola Urbinati Maroja Pinheiro. Ele foi condenado por ter matado a vítima por asfixia e depois ter escondido o corpo dela. 

De acordo com a Promotora de Justiça Lizete Nascimento, o crime foi motivado por ciúmes. Ele foi acusado de feminicídio, ocultação de cadáver e posse irregular de arma de fogo.

De acordo com informações do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), o réu foi condenado pelos 3 crimes (homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver e posse irregular de arma de fogo) a 19 anos e 6 meses de reclusão em regime inicial fechado, 1 ano de detenção pela posse irregular e 25 dias-multa. 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS