Diário Online
Notícias / Notícias Pará
SÃO FÉLIX DO XINGU

PF fecha garimpos ilegais em terra indígena Kayapó, no Pará

A operação 'Sonho distante' foi deflagrada após denuncias feitas à PF e ao Ministério Público Federal

segunda-feira, 09/05/2022, 13:36 - Atualizado em 09/05/2022, 13:34 - Autor: com informações da assessoria de imprensa

Google News

Operação conjunta entre PF, MPF, IBama e Funai fechou 3 garimpos ilegais em terra indígena Kayapó.
Operação conjunta entre PF, MPF, IBama e Funai fechou 3 garimpos ilegais em terra indígena Kayapó. | Ascom/PF

De 2010 a 2020, a área de garimpo ilegal cresceu 495% em terra indígenas no Brasil, segundo estudo do MapBiomas, divulgado no mês passado. As terras Munduruku, Yanomami e Kayapó são as mais prejudicadas com esta atividade ilegal e que gera constantes conflitos entre indígenas e garimpeiros.

 

Operação conjunta entre PF, MPF, IBama e Funai fechou 3 garimpos ilegais em terra indígena Kayapó.
Operação conjunta entre PF, MPF, IBama e Funai fechou 3 garimpos ilegais em terra indígena Kayapó. | Ascom/PF
 

No último sábado (7), uma operação realizada pela Polícia Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Força Nacional, Ministério Público Federal e Fundação Nacional do Índio (Funai) resultou no fechamento de três garimpos de ouro em terras indígenas Kayapó, no sul do Pará. Numa área distante a 160 quilômetros de São Félix do Xingu.

PRF apreende mais de 200 munições de fuzil no Pará

Denominada "Sonho distante", a ação é um desmembramento de outra operação, a "Guardiões do Bioma", e começou a ser planejada mês passado depois de denuncias feitas à PF e ao MPF, em Redenção. A queixa apontava uma grande área de desmatamento na reserva e que a origem do problema estava relacionada à atividade de garimpo ilegal.

 

Denuncias levaram a MPF e a PF a elaborar a ação
Denuncias levaram a MPF e a PF a elaborar a ação | Ascom/PF
 

A atividade ilegal provocou a insatisfação de grupos indígenas e havia um risco entre os índios e os garimpeiros.

 

Máquinas foram inutilizadas
Máquinas foram inutilizadas | Ascom/PF
 

As equipes chegaram ao local de helicóptero e conseguiram flagrar os garimpeiros em plena atividade. Três garimpos clandestinos foram fechados, três escavadeiras hidráulicas foram inutilizadas e estrutura de apoio aos garimpeiros foram desmontadas. Documentos e mercúrio foram apreendidos.

 

Estruturas de apoio foram desmontadas
Estruturas de apoio foram desmontadas | Ascom/PF
 

Salário mínimo perde valor de compra no governo Bolsonaro

"A atividade minerária ilegal representa risco à saúde dos trabalhadores pelo uso indiscriminado de mercúrio, polui leitos de rios e causa danos irreparáveis à fauna e flora do local atingido. O dano ambiental será quantificado, posteriormente, pela Perícia da Polícia Federal, para fins de ressarcimento por parte dos infratores", diz a nota enviada pela PF.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS