Diário Online
Notícias / Notícias Pará
"BORA PRA ESCOLA"

Belém cadastra para auxílio estudantil de até R$ 500

Programa municipal, que oferece bolsas de até R$ 500, tem o objetivo de combater a evasão escolar e incentivar o ensino presencial pós-pandemia. Veja como se inscrever.

terça-feira, 05/07/2022, 14:15 - Atualizado em 05/07/2022, 15:55 - Autor: Sales Coimbra, com informações Agência Belém

Google News

Para ter acesso ao auxílio, os responsáveis pelos alunos precisam cadastrá-los.
Para ter acesso ao auxílio, os responsáveis pelos alunos precisam cadastrá-los. | (Foto: Reprodução Agência Belém)

Após dois anos de pandemia, o regresso às aulas presenciais é um fato. Com a vacinação de crianças e adolescentes, as escolas tentam recuperar o tempo perdido e voltar ao ritmo normal. No entanto, ainda há desafios a serem enfrentados, como a evasão escolar provocada pela desinformação e medo sobre o efeito do vírus nos estudantes.

Para quem está retornando as aulas presenciais, está sendo realizada a convocaçãd de 14 mil alunos da rede municipal de Belém para o cadastramento do auxílio financeiro estudantil.

LEIA TAMBÉM:

Moradores da Grande Belém protestam por falta de ônibus

Patrimônio: Belém está perdendo calçadas históricas

O programa, que atente os estudantes matriculados na Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens, Adultos e Idosos (Ejai), oferece três tipos de auxílio financeiro: estudantes regulares recebem R$ 150, enquanto que as crianças e adolescentes que ficaram órfãos em virtude da pandemia recebem R$ 300. Já os concluintes do ensino médio da Fundação Escola Bosque têm direito a uma bolsa de R$ 500.

Saiba como se cadastrar

O cadastro deve ser feito pelos responsáveis dos estudantes, por meio do site Bora pra Escola, ou presencialmente na secretaria da escola na qual o aluno estiver matriculado.

O pagamento do auxílio, que é liberado conforme a data do cadastro, é feito em parcela única, por intermédio do aplicativo Caixa Tem da Caixa Econômica Federal. Os pais que tiverem mais de um filho regularmente matriculado na rede municipal devem fazer um cadastro diferente para cada um deles.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS